“Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo” (Apocalipse 3:20).

Estava feliz naquela segunda-feira. Havia feito todas as provas e testes anteriormente perdidos e fui bem em tudo. Novamente integrado ao corpo de alunos aproveitei para falar de minha conversão.  Chegou o momento final do curso. Eu consegui ser o primeiro colocado da turma e também recebi carta branca para organizar a festa de formatura, não a oficial, mas a que iria ser realizada na escola. Aproveitei para colocar vários versículos bíblicos e mensagens de incentivo e autoestima. Todos gostaram, foi tudo muito lindo. As portas estavam abertas e aproveitei a bela a bela oportunidade… Cheguei a minha nova repartição de trabalho, esta feliz pois não era um navio. Passei ali pouco tempo e me encaminharam para um navio… Sai daquele prédio muito triste. À proporção que caminhava ia reclamando com Deus. Dizia eu: de que adiantou ter estudado tanto, ter lutado para ser o primeiro colocado do curso se não fui para onde eu gostaria de ir, mas para um navio. Havia esquecido de que minha vida, agora com salvo em Cristo estava em suas mãos. Como novo convertido ainda não tinha percebido que a vontade de Deus estaria em primeiro lugar em minha vida… Continuei reclamando até subir a prancha do navio… Poucas horas depois, já mais conformado ouvi pela primeira vez a voz do Espírito Santo, dentro daquele navio: glorifique o meu nome. Lembra-te quando oravas e jejuavas para a salvação de tua família? Eu atendi a tua oração e neste navio te levarei até lá, continue na minha presença…

Caso o amigo e irmão deseje ler todo o testemunho, e muitos outros é só entrar em contato comigo pelo telefone (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, e-mail orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para que o livro chegue em suas mãos. O mesmo não se acha disponível nas principais livrarias nacionais.