“Dos galhos dos seus ramos saiu fogo que consumiu o seu fruto, de maneira que já não há nela galho forte que sirva de cetro para dominar. Esta é uma lamentação e ficará servindo de lamentação” (Ez 19.14).

O balanço diário, cada um precisa fazer diariamente, ou seja, olhar para dentro de si e ver se há algo errado em sua vida espiritual. O cristão é como a videira no Jardim de Deus, não pode deixar que os galhos se sequem ao ponto de fazer atrito e pegar fogo. As grandes queimadas, geralmente, são causadas por atritos entre os galhos ressecados. Quando há o atrito, a digladiação torna-se uma realidade, o Espírito de Deus fica muito triste nessa hora. É preciso que os galhos fiquem viçosos e dêem frutos de qualidades, os chamados fruto do Espírito (Gl 5.22 e 23). Não consigo, como pastor, entender como uma pessoa sobreviva espiritualmente numa igreja sem conseguir se relacionar harmoniosamente com seus irmãos de fé.  Mais difícil ainda é, com este comportamento, estar à frente de um determinado grupo e se manter firme e forte. O Senhor nos diz: “… não há na árvore galho forte que sirva de cetro para dominar…”. Pessoas que se encontram nessa situação estão sentenciadas a caírem, tornando-se fracas e tendo grandes probabilidades de perderem o domínio sobre si mesmas. Elas conseguem driblar o pastor, os amigos, os domésticos na fé e vão se mantendo no meio cristão sem serem percebidas, pois os vasos preciosos na casa do Senhor estão sonolentos e dormindo, todavia, não sei por quanto tempo, mas estão adormecidos não percebendo esses galhos secos, os quais se arrastam, e vivem de engano, porém, só não conseguem enganar o Espírito Santo. Esses “galhos secos” não conseguem manter comunhão com os demais irmãos da comunidade, não se comunicam, não se falam e nem se olham. Quando seus alguém tem a oportunidade franqueada pelo pastor, chegam até a sair do templo para não contemplarem Deus usar o outro, quer na ministração da palavra, quer na ministração do louvor…

Caso o amigo e irmão deseje ler toda a mensagem na íntegra, e o livro por inteiro Nas Asas do Espírito Volume 2, Crescendo como a Videira, é só entrar em contato comigo pelos telefones (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, email orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para o livro chegue em suas mãos, uma vez que você não o encontrará, ainda, nas principais livrarias nacionais.