“Para que possais andar dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra, e crescendo no conhecimento de Deus” (Colossenses 1.10).

A expressão “o espetáculo do crescimento” é muito falada no meio político e também bastante criticada por aqueles que, insatisfeitos com a atual conjuntura brasileira, aproveitam-se para disparar contra aqueles que estão tentando manter o carro verde e amarelo nos trilhos. O espetáculo do crescimento seria uma grande realidade no contexto evangélico se somente se atentássemos para o que diz o apóstolo Paulo – “… cresçamos em TUDO naquele que é a cabeça, Cristo” (Ef 4.15). Sabe-se perfeitamente que o crescimento quem dá é Deus (1 Co 3.7), não somente da obra em si, mas, também, de cada crente, individualmente. É preciso, antes de tudo, “crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo”, diz o apóstolo Pedro (2 Pe 3.18). Um bom músico tem o seu valor para Deus, mas se ele for firme na fé e crescer no conhecimento da palavra, seu potencial será muito maior, visto que o Espírito Santo se utilizará dele não somente na música, mas para TODA boa obra, ou seja, cem por centro de aproveitamento. O que acontece hoje é que algumas pessoas que têm talento se contentam apenas com isso e não se preocupam em granjear outros talentos, ou seja, não se dispõem a crescer para serem usados de maneira extraordinária pelo Senhor. O espetáculo do crescimento se dá quando o Espírito Santo se apodera do frágil crente e faz dele um instrumento capaz de promover o reino de Deus. Para isso, é recomendável que “se ande dignamente diante do Senhor, agradando-lhe em tudo, frutificando em toda a boa obra e crescendo no conhecimento de Deus” (Cl 1.10). Aí, sim, será evidenciado o verdadeiro espetáculo do crescimento.

Caso o amigo e irmão deseje adquiri o livro por inteiro Nas Asas do Espírito Volume 1, e ler essa mensagem na íntegra, é só entrar em contato comigo pelos telefones (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, email orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para que o livro chegue em suas mãos, uma vez que você não o encontrará, ainda, nas principais livrarias nacionais.