Bem-aventurados os que sofrem

“Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da justiça, porque deles é o reino dos céus; Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo, disserem todo o mal contra vós por minha causa” (Mt 5.10 e 11).

Jesus certa vez ensinou aos seus discípulos que “… no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo” (Jo 16.33). Ele venceu, isso sabemos, e como venceu? Ele venceu com muita determinação, sabendo em quem confiava, dedicando-se à leitura das escrituras (Toráh), orando incessantemente, ensinando com frequência as escrituras, curando, libertando e abençoando os necessitados. Existem sofrimentos pelos quais passamos que não glorificam ao Senhor. Eis algumas: a) calúnia (difamação, acusações falsas). É característica dos ímpios (Rm 1.30), mas é possível que exista na comunidade cristã (II Co 12.20). É abominável ao Senhor (Pv 6.16,19) e provoca indignação no meio cristão (Tt 4.11, Ef 5.3); b) avareza (apego ao dinheiro, aos bens materiais). Tal comportamento é condenado por Jesus (Lc 12.15 e 21), censurado por Paulo (Ef 5.3) é, sem dúvida, a raiz de todos os males e ainda impede a herança do Reino de Cristo (Ef 3.5); c) ganância (usura e ganho ilícito). Neste caso, a Bíblia recomenda não a aceitar (Pv 1.10-19) e alerta para que os gananciosos tomem cuidado (Jd 11); d) Cobiça (honras e riquezas). Isso as Escrituras sempre proibiu (Êx 20.17), pois perturba a casa (Pv 15.27) e causa grandes perigos, visto que conduz à mentira (2 Rs 5.22-25), ao roubo (Js 7.21), ao homicídio (Pv 1.18,19), à miséria (I Tm 6.10) e até mesmo à morte (Tt 1.13-15). Todo cristão deve fugir dessas coisas (I Tm 6.11). O crente em Jesus deve sofrer o resto das aflições de Cristo e, com isso, suportar com paciência e gozo (Jo 16.33), sabendo que o sofrimento produz “um peso de glória” (II Co 4.17 e Rm 8.18), identifica-nos com Cristo (I Co 4.11-13) e nos torna bem-aventurados (Mt 5.10-12). “Lembre-se de que as lutas e os sofrimentos de um Cristão são todos suportáveis, pois Deus não nos deixa ser tentados acima daquilo que não podemos suportar” (I Co 10.13).

Caso o amigo e irmão deseje ler todo o livro, o volume II da Coleção Nas Asas do Espírito, entre em contato comigo e adquira-o, não só este, mas os demais volumes pelos pelos telefones (61) 9551-9827 (claro) ou (61) 8195-1942 (TIM) e ainda (61) 3242-4456, email orcelio.orcelio@gmail.com e farei o possível para que o livro chegue em suas mãos, uma vez que você não o encontrará, ainda, nas principais livrarias nacionais.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook