“Se vós, porém, vos mordeis e devorais uns aos outros, vede não vos consumais também uns aos outros” (Gálatas 5.15).

 Essa COPA tem acontecido de tudo, há jogadores que choram, outros que são expulsos de campo, uns se machucam e desfalcam os seus times, outros nem conseguiram se inscrever para o mundial, pois devido a sérias contusões foram afastados de suas Seleções. Ufa! Só faltava essa! Um jogador morder o outro, também, em campo geralmente há uma disputa, uma competição bem acirrada, mas não é para os jogadores se morderem, e sim jogarem bola, futebol a fim de alegrarem as suas torcidas e os seus países. O apóstolo Paulo viveu momentos de intensos problemas nas igrejas da Galácia, quase todas fundadas por ele mesmo em suas viagens missionárias. Ele escrevendo as igrejas da Galácia as orientou para que os crentes não entrassem em uma peleja animalesca, selvagem, um mordendo o outro, que falta de ética e de amor?  Morder e devorar são atitudes exclusivas das feras selvagens e na igreja há ovelhas que são mansas e humildes de corações, não entram em contendas. Paulo se viu em aperto, pois a “ética selvagem” havia entrado no seio de algumas igrejas da Galácia, justamente, onde ele pregou sobre o grande amor de Deus.Tudo isso não passa de obras da carne, as quais acontecem até hoje no seio da igreja de Cristo aqui na terra. Todas essas mordidas e devorações são provocadas por ciúmes, egoísmos e disputas por cargos e posições dentro das igrejas. Meu conselho é para você respeitar o seu irmão e amar ao seu irmão como Cristo lhe amor e se entregou por você e eu. Não morda e nem devore o seu irmão, pois o grande juiz, Deus poderá puni-lo.