“Quando o Senhor trouxe do cativeiro os que voltaram a Sião, estávamos como os que sonham. Então a nossa boca se encheu de riso e a nossa língua de cântico; então se dizia entre os gentios: Grandes coisas fez o Senhor a estes. Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres” (Salmos 126.1-3).

 Esse salmo traduz muito bem o momento em que vive a Seleção da Alemanha depois que aplicou à Seleção brasileira, uma goleada histórica, a qual ficará por muitas gerações no livro dos recordes e na mente dos brasileiros que assistiram tal fatalidade. A frase do título é a que se acha estampada no ônibus da seleção alemã: “Uma nação, um time, um sonho!”. Eles começam com o apoio e incentivo da nação, depois destacam a figura do time, preparadíssimo e competente, que jogam juntos desde a COPA de 2010, com poucas mudanças e capazes de realizarem o sonho proposto no coração de cada jogador alemão: ser campeão no Maracanã no próximo dia 13 de julho. Ao contrário do Brasil: temos uma nação guerreira, vibradora, apaixonada e que sabe incentivar, porém, faltou o time, o qual enterrou o sonho de todo brasileiro, de ser hexa campeão no próprio estádio que consagrou Edson Arantes do Nascimento, o Pelé como o rei do futebol. A seleção atual não deve a ele esse presente, mas a todos os brasileiros, desde o que nasceu na hora do vexame em uma maternidade, como o idoso que não descolava os olhos da telinha na esperança de o Brasil virar o jogo. Quando o povo de Israel voltou do cativeiro eles estavam como quem tivesse sido anestesiado, ou sonhado um sonho lindo. Eles não acreditavam no que estavam vendo: a terra prometida, a flora, a fauna, a liberdade de poder glorificar e exaltar o nome do Deus de Israel. A boca do menino e do velho era só alegria, risos inocentes e esperançosos de reconquistarem e construírem as suas moradias e realizarem os seus sonhos propostos desde o cativeiro. Eles estavam alegres, pois o Senhor Deus fez por eles grandes coisas. E você meu irmão? Não se deixe abater por qualquer motivo, saiba que o Senhor é contigo. “… Grandes coisas fez o Senhor a estes. Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres”.