“Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva e que permanece para sempre” (1 Pedro 1.23).

A santidade na vida do crente é de suma importância para que ele seja renovado e possa ser vitorioso nas batalhas diárias da vida. De novo gerado, pela palavra de Deus, ele tem plena condições de permanece firme na fé e, também, garantir a vida eterna com Cristo, porquanto, a própria Palavra é quem diz: “Sem santificação ninguém verá a Deus”. Quem quer permanece para sempre com Cristo faz-se necessário deixar toda a malícia e todo engano: “Deixando, pois, toda a malícia, e todo o engano, e fingimentos, e invejas e todas as murmurações” (1 Pedro 2.1). Quem é gerado pela Palavra de Deus, a palavra viva, não anda envolvido com os negócios concupiscentes deste mundo, após beber o leite falsificado das heresias e ensinamentos antibíblicos: Desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que, por ele, vades crescendo” (1 Pe 2.2). O homem gerado pela Palavra de Deus é diferente, anda no temor do Senhor, é prudente, sabe se portar bem no meio ímpio e no meio cristão, não anda envolvido com murmurações e fingimentos, mas demonstra viver uma vida justa e cheia de amor pelo próximo e para com o seu Senhor. Quando Deus a ele se dirige o chama de povo santo, que alcançou a misericórdia de Deus e pertence à geração eleita e ao sacerdócio real: “Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz. Vós que, em outro tempo, não éreis povo, mas, agora, sois povo de Deus, que não tínheis alcançado misericórdia, mas, agora, alcançastes misericórdia” (1 Pe 2.9,10). Enquanto a velha natureza carnal procura apegar-se as coisas deste mundo pecador, o a nova natureza, inerente ao novo homem procura buscar uma vida de santificação, voltada exclusivamente para a consagração, porquanto, não é suficiente o cristão se apartar do mal, mas, faz-se necessário ele praticar o bem. “Aparta-te do mal, e faze o bem; procura a paz, e segue-a” (Salmos 34.14). Gerados pela palavra viva que permanece para sempre