“Mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo” (1 Coríntios 15.57).

É muito comum se falar em vitória, conquista, triunfo, realizações estraordinárias, etc, sem que de fato aconteçam completamente na vida prática de alguns crentes em Jesus Cristo. A palavra vitória faz parte do vocabulário espiritual e ela se evidencia de fato quando alguém prevalece contra seu inimigo: “Pais, escrevo-vos, porque conhecestes aquele que é desde o princípio. Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno. Eu vos escrevo, filhos, porque conhecestes o Pai. Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno.” (1 João 2.13,14). Quando alguém perde uma batalha para o seu inimigo dizemos que ele foi derrotado, que perdeu a luta. Geralmente, as inúmeras batalhas perdidas pelo cristão são porque ele guarda em seu coração ressentimentos e não consegue perdoar ao seu irmão. Veja o que orienta o apóstolo Paulo: “E a quem perdoardes alguma coisa, também eu; porque, o que eu também perdoei, se é que tenho perdoado, por amor de vós o fiz na presença de Cristo; para que não sejamos vencidos por Satanás” (2 Co 2.10). O apóstolo Pedro declara que aqueles que são servos da corrupção, com frequência, são vencidos pelo mundo, pela carne e pelo inimigo chamado Satanás: “Prometendo-lhes liberdade, sendo eles mesmos servos da corrupção. Porque de quem alguém é vencido, do tal faz-se também servo. Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro.” (1 Pedro 2.19,20). O mal não pode ser vencido por nós mesmos, mas Cristo que está em nós é quem nos ajuda em nossas fraquezas e nos torna mais do que vencedores. A própria Bíblia é quem afirma que o homem não consegue prevalecer pela sua própria força: “Os pés dos seus santos guardará, porém os ímpios ficarão mudos nas trevas; porque o homem não prevalecerá pela força.” (1 Sm 2.9). Ei, ouça a voz do Espírito Santo que diz: “…nem o homem valente se livra pela muita força” (Salmos 33.16); e “Não é dos ligeiros a carreira, nem dos valentes a peleja” (Ec 9.11), mas do Senhor vem a vitória (PV 21.31), e mais, “Não por força nem por violência, mas pelo meu Espírito Santo” (Zc 4.6). Não permita que a sua autoconfiança lhe tire a oportunidade de ser um vencedor. Quando Pedro confiou unicamente em si próprio, ele acabou negando a Jesus três vezes (Lc 22.31,32), por isso, ele não resistiu e caiu feio (Lc 22.54-60). Faça com que a palavra vitória faça parte do seu dicionário espiritual, o qual você o usa diariamente. Confie no Senhor Jesus Cristo.