“Converte-nos, Senhor, a ti, e nós nos converteremos; RENOVA os nossos dias como dantes” (Lamentações 5.21).

Não podemos empilhar na mente toda a sorte de “lixo” (medos, ressentimentos, invejas, culpas, etc.), pensando que essas coisas não vão incomodar-nos, mas elas ficam lá, no fundo de nosso subconsciente, e sem dúvida alguma irão afetar nossas emoções e influenciar o modo como agimos e reagimos. A raiva reprimida, os ressentimentos ou o medo, às vezes, se manifestam nos momentos em que menos esperamos. É preciso que aqueles que desejam levar uma vida de santidade e paz interior devem mais que tudo permitir que o Senhor os cure interiormente: “Por que serieis ainda castigados, se mais vos rebelaríeis? Toda a cabeça está enferma e todo o coração fraco” (Isaías 1.5). Não permita que sua mente seja uma lixeira, que receba todo o que é de ruim deste mundo. Lute para que sua mente alcance libertação e pureza. A Bíblia diz que o cristão tem a “mente de Cristo”. Saiba que, se o homem interior estiver alegre e bem humorado, o dia está ganho. “O coração alegre serve de bom remédio, mas o espírito abatido virá a secar os ossos” (Provérbios 17.22). Muitos estão doentes na alma, no espírito, enquanto o corpo sadio leva o homem a se distanciar de Deus e do ponto de convergências das bênçãos espirituais. Todo doente precisa de médico. Jesus é o maior dos médicos, o maior psiquiatra que existe na face da terra, pois Ele está vivo. Somente Jesus cristo pode curar o homem integralmente e inteiramente por dentro. Ele deseja sarar todas as tristezas e mágoas, para isso é preciso que o que se aproxima de Deus, creia que ele existe, abrindo o seu coração e permitindo ao Espírito Santo atuar em seu homem interior e promover pureza e devolver a liberdade preconizada na Bíblia Sagrada. Não faça de sua mente uma lixeira.