“Persiste em ler, exortar e ensinar, até que eu vá” (1 Timóteo 4.13).

Desde que me converti ao Evangelho de Jesus Cristo que ouço os pastores falarem que o crente salvo não deve viver sem ler e meditar nas Escrituras Sagradas. É de vital importância que cada cristão se alimente todos os dias da Palavra de Deus, de modo que possa crescer na graça e no conhecimento de Cristo Jesus. Alguns companheiros têm estado tristes e abatidos na caminhada cristã, e a leitura que faço desse fato é que não estão lendo e meditando na Bíblia como deveriam, pois ela promove alegria nos corações: “E alegrar-me-ei em teus mandamentos, que tenho amado.” (Salmos 119.47). Sendo a Palavra de Deus a verdade, ela é capaz de libertar e salvar o perdido pecador, porquanto nela se acha escrito tudo sobre o salvador eterno, Jesus Cristo. O salmista diz que ela é a verdade: “A tua palavra é a verdade desde o princípio, e cada um dos teus juízos dura para sempre.” (Salmos 119.160). Ela, também, é a verdade que liberta: “E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” (João 8.32). O verdadeiro cristão precisa adquirir o hábito de ler e meditar na Bíblia com frequência e desenvolver atitudes espirituais para com ela, não somente conhecendo o seu autor, mas gerando dentro de si amor e dedicação. Quando nos dedicamos à leitura da Palavra de Deus passamos a conhecer as principais doutrinas que norteiam a vida cristã e com isso nos tornamos fortes e não seremos levados por qualquer vento de falsos ensinamentos e heresias modernas. Meu conselho para você PE que não permita que a Palavra de Deus seja esquecida em sua vida, por mais ocupado que você seja.