“Desperta tu que dormes, e levanta-te dentre os mortos, e Cristo te esclarecerá” (Efésios 5.14).

Certa vez o Anjo do Senhor se aproximou do profeta Elias, que estava deitado e dormindo e o mandou que despertasse e comesse: “E o Anjo do Senhor tornou segunda vez, e o tocou, e disse: Levanta-te e come, porque mui comprido te será o caminho” (1 Reis 19.7). Há momentos em nossa caminhada cristã que precisamos fazer uma parada, uma reflexão mais apurada, mais demorada; refletir sobre as questões que nos envolvem na obra de Deus, na vida secular e na condução de nossa família. Todos nós devemos fazer um balanço em todas as áreas do contexto de nossa vida: material, social e muito mais na espiritual. Deus tem um segredo para cada um de nós ser um vencedor nessa vida, todavia, é preciso que cada cristão tome pelo menos quatro atitudes fundamentais: Levantar-se, comer, fazer a obra do Senhor e buscar ao Senhor quanto é dia, enquanto se pode achar. Qual o verdadeiro significado espiritual desse verbo de ação “levantar”? Trata-se de uma atitude totalmente pessoal (olhar para dentro de si mesmo): “Levantar-me-ei e irei ter com meu pai…” (Lucas 15.18), disse o moço quando estava cuidando de porcos e o pior disputando a comida com aqueles animais famintos. É preciso se ter uma finalidade para acordar e se levantar. HÁ alguns que necessitam se levantar para atender ao necessitado, pois Deus está cobrando dele há algum tempo. “Por causa da opressão dos pobres, e do gemido dos necessitados, me levantarei agora, diz o Senhor; porei em salvo aquele por quem eles assopram” (Salmos 12.5). Se Deus se levanta para socorrer ao aflito e esperançoso de um dia melhor, por que nós não fazemos o mesmo? Muitos há que precisam urgentemente se levantar para anunciar o Evangelho de Cristo, pois é uma obrigação de todo cristão: “Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho!” (1 Coríntios 9,16). Paulo não se intimidava com as circunstâncias adversas, bastava Deus sinalizar uma missão e logo ele procurava partir para realiza-la, não se importando com os problemas que pudessem surgir durante o percurso: “E Paulo teve de noite uma visão, em que se apresentou um homem da Macedônia, e lhe rogou, dizendo: Passa à Macedônia, e ajuda-nos. E, logo depois desta visão, procuramos partir para a Macedônia, concluindo que o Senhor nos chamava para lhes anunciarmos o evangelho.” (Atos 16.9-10). Ei! Acorda ai, pois Jesus precisa de você.