“E disse: Assim diz o Senhor: Fazei neste vale muitas covas.
Porque assim diz o Senhor: Não vereis vento, e não vereis chuva; todavia este vale se encherá de tanta água, que bebereis vós, o vosso gado e os vossos animais.” (2 Reis 3.16,17).

O Salmista disse que “os soberbos cavam covas para os justos” (Sl 119.85). Davi tinha muito medo de cair nas mãos do inimigo. Disse ele: “Caiam sobre eles brasas vivas; sejam lançados no fogo, em covas profundas, para que se não tornem a levantar” (Sl 140.10). Covas foram feitas no vale, a mando de Deus. Deus manda fazer no vale muitas covas (2 Rs 3.16), covas que deveriam ser cheias de águas e essas águas seriam um milagre de do Senhor, porquanto, não iria chover, nenhum rio iria transbordar, não correria nenhuma água pela terra, as covas simplesmente se encheriam de abundantes águas. Muitas vezes Deus faz acontecer milagres assim, na vida de algumas pessoas. Algunas estão com a corda no pescoço, dívidas para todos os lados, os credores os apertando dia e noite, sem condições nenhuma de vislumbrar a luz além do túnel; enfermidades assolando a família, no trabalho ao ponto de ser mandado embora, um cenário de  angústia e até mesmo desesperador. Para você que se encontra neste estágio Deus te diz: cave covas, covas profundas e espere o milagre. Para que ele aconteça é preciso cavar bem o coração e tirar o entulho, o supérfluo, o indesejável, tudo que estiver promovendo a tristeza frequente do Espírito Santo e que está provocando as dúvidas, as incertezas, o flagelo, a impaciência em sua vida. Tenha fé e não desanime com a próxima batalha. Seja forte, deposite no Senhor a sua confiança. A Bíblia diz: “Entrega o teu caminho ao Senhor confia nEle e no mais Ele tudo fará”. Sempre que Israel estava em apuros, as covas eram as fortificações prediletas do povo: “E não disseram: Onde está o Senhor, que nos fez subir da terra do Egito, que nos guiou através do deserto, por uma terra árida, e de covas, por uma terra de sequidão e sombra de morte, por uma terra pela qual ninguém transitava, e na qual não morava homem algum? (Jeremias 11.38). Quero nesta palavra lhe dizer que, construir cisternas num vale onde não existe água, somente na esperança de que elas se encham, sem que haja algum córrego, ou rio, ou lagoa, onde a chuva não caia com frequência, é ter muita fé e confiança em Deus, para ver um milagre desse porte. Lute bravamente, lute com fé. Faça cisternas, no seu próprio coração.