“Porém ela disse: Vive o Senhor teu Deus, que nem um bolo tenho, senão somente um punhado de farinha numa panela, e um pouco de azeite numa botija; e vês aqui apanhei dois cavacos, e vou prepará-lo para mim e para o meu filho, para que o comamos, e morramos.” (1 Reis 17.12).

Deus um simples profeta para enfrentar um rei ímpio, Acabe e uma rainha sem nenhum temor a Deus, Jezabel. O casal monárquico estavam decididos a acabarem com a vida de Elias, o tisbita, porém, o Senhor se encarregou de escondê-lo, cuidar dele e não permitiu que ninguém tocasse nele para machucá-lo. Entre as suas idas e vindas para fugir ao cerco imposto por Acabe e sua esposa, Elias vai se refugiar em Sarepta, na casa de uma viúva que tinha disponível para a refeição, apenas um punhado de farinha e um pouco de azeite numa botija. Uma pobreza enorme. Elias destacou-se por ser um profeta de oração, dedicado às coisas de Deus e não tinha medo de entregar a mensagem do Senhor, como ela deveria ser entregue ao povo. Assim como Deus levantou Elias para banir a corrupção no reinado de Elias, a Sua Igreja, nestes dias está sendo mobilizada para buscar mais ao Senhor para erradicar a corrupção desastrosa em nosso país. Eu e você somos a Igreja triunfante e juntos vamos buscar mais a Deus, a fim de comovermos o coração do Eterno para Ele agir em prol de nossa gente, do povo brasileiro. Quem leva uma vida de oração e consagração não se frustra com qualquer abalo na vida financeira, na vida sentimental e também na vida espiritual, mas através da fé, deposita confiança no Senhor que o ajudará nos momentos difíceis. Quem ora passa pela luta, pela prova com louvor. Ele não se frustra quando as circunstâncias da vida lhe são adversas. A comida não havia e água estava acabando para Elias junto ao ribeiro de Querite. Quando ele ainda dormia o Senhor lhe mandou os corvos lhe levarem carne e ele bebia do ribeiro que logo se secou, aumentando ainda mais a crise. Elias, triunfou e nos ensina como ele obteve o sucesso: ensinou a mulher viúva a dividir o pouco com Deus. Ele mandou a mulher gastar o pouco de farinha e o pouco de azeite com o Senhor e o resultado foi surpreendente, pois, até que a chuva caísse novamente não lhe faltou a farinha na panela e o azeite na botija. Quem poderia acreditar que numa dimensão de pobreza tão grande uma mulher e seu filho poderiam sobreviver com tão pouco? Mas o socorro chegou aquela casa, o profeta de Deus, Elias que ensinou a viúva o caminho da vitória: dividir o pouco com Deus. Envolva o pouco que você tem com o Senhor e o sucesso será real em todo o contexto de sua vida.