Davi demonstrou lealdade a Jônatas até mesmo depois de sua morte

“E disse Davi: Há ainda alguém que ficasse da casa de Saul, para que lhe faça bem por amor de Jônatas? E havia um servo na casa de Saul cujo nome era Ziba, e o chamaram que viesse a Davi, e disse-lhe o rei: És tu Ziba? E ele disse: servo teu. E disse o rei: não há ainda algum da casa de Saul para que use com ele de beneficência de Deus? Então, disse Ziba ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado de ambos os pés” (2 Samuel 9.1-3).

Lealdade é algo que me facina. É uma pena que muitos não compreendam o verdadeiro significado desta palavra. Ela quando é bem compreendida e vivida por aqueles que dizem amar a Jesus, logo vemos os frutos bons serem produzidos na vida de quem realmente exercem a lealdade para com Cristo e também os seus irmãos cristãos. Davi foi alguém leal a Jônatas. A sua lealdade ficou retida em seu coração de modo que um dia ele quis externá-la num verdadeiro ato de amor e beneficência, ou melhor, ele usou para com Mefibosete de beneficência. Quem é leal é fidedigno, é franco, sincero e fiel. Davi não olhou para a sua posição de rei de Israel, nem tão pouco para as glórias que ele alcançou diante de seus inimigos, como um autêntico guerreiro, nem tão pouco se mostrou soberbo e cheio de vanglória. Davi simplesmente lançou mão daquilo que havia dentro do seu bondoso coração: lealdade ao seu amigo e guerreiro Jônatas. Mefibosete, filho de Jônatas e neto do rei Saul, foi alcançado pela beneficência e lealdade de Davi. Ser leal é um ato de quem ama. Uma pessoa leal tem ouvidos para ouvir coisas boas, coisas que edificam e que dão prazer. Davi ouviu de Ziba a história comovente de Mefibosete. O rei de Israel soube agir de maneira sábia e inteligente. Ele mandou buscar o filho de Jônatas em Lo-Debar, na casa de Maquir e o abênçoou de maneira generosa. Davi foi leal a Jônatas. Davi usou de beneficência para com o primogênito de Jônatas, neto do rei Saul. Davi foi amoroso e cordial para com Mefibosete: “E disse-lhe Davi: Não temas, porque decerto usarei contigo de beneficência por amor de Jônatas, teu pai, e te restituirei todas as terras de Saul, teu pai, e tu de contínuo comerás pão à minha mesa. Então, se inclinou e disse: quem é teu servo, para tu teres olhado pra um cão morto tal como eu? (2 Samuel 9.7,8). Mefibosete se achava um desprezível, um “cão morto”. Muitos se acham assim, até o instante em que se encontram com Cristo e alcançam dEle misericórdia e o perdão para os seus pecados. Seja leal, fiel a Deus, ao Espírito Santo e também aos seus líderes e chefes, e o Senhor irá te abençoar grandemente. Amém!

Davi demonstrou lealdade a Jônatas até mesmo depois de sua morte

“E disse Davi: Há ainda alguém que ficasse da casa de Saul, para que lhe faça bem por amor de Jônatas? E havia um servo na casa de Saul cujo nome era Ziba, e o chamaram que viesse a Davi, e disse-lhe o rei: És tu Ziba? E ele disse: servo teu. E disse o rei: não há ainda algum da casa de Saul para que use com ele de beneficência de Deus? Então, disse Ziba ao rei: Ainda há um filho de Jônatas, aleijado de ambos os pés” (2 Samuel 9.1-3).

Lealdade é algo que me facina. É uma pena que muitos não compreendam o verdadeiro significado desta palavra. Ela quando é bem compreendida e vivida por aqueles que dizem amar a Jesus, logo vemos os frutos bons serem produzidos na vida de quem realmente exercem a lealdade para com Cristo e também os seus irmãos cristãos. Davi foi alguém leal a Jônatas. A sua lealdade ficou retida em seu coração de modo que um dia ele quis externá-la num verdadeiro ato de amor e beneficência, ou melhor, ele usou para com Mefibosete de beneficência. Quem é leal é fidedigno, é franco, sincero e fiel. Davi não olhou para a sua posição de rei de Israel, nem tão pouco para as glórias que ele alcançou diante de seus inimigos, como um autêntico guerreiro, nem tão pouco se mostrou soberbo e cheio de vanglória. Davi simplesmente lançou mão daquilo que havia dentro do seu bondoso coração: lealdade ao seu amigo e guerreiro Jônatas. Mefibosete, filho de Jônatas e neto do rei Saul, foi alcançado pela beneficência e lealdade de Davi. Ser leal é um ato de quem ama. Uma pessoa leal tem ouvidos para ouvir coisas boas, coisas que edificam e que dão prazer. Davi ouviu de Ziba a história comovente de Mefibosete. O rei de Israel soube agir de maneira sábia e inteligente. Ele mandou buscar o filho de Jônatas em Lo-Debar, na casa de Maquir e o abênçoou de maneira generosa. Davi foi leal a Jônatas. Davi usou de beneficência para com o primogênito de Jônatas, neto do rei Saul. Davi foi amoroso e cordial para com Mefibosete: “E disse-lhe Davi: Não temas, porque decerto usarei contigo de beneficência por amor de Jônatas, teu pai, e te restituirei todas as terras de Saul, teu pai, e tu de contínuo comerás pão à minha mesa. Então, se inclinou e disse: quem é teu servo, para tu teres olhado pra um cão morto tal como eu? (2 Samuel 9.7,8). Mefibosete se achava um desprezível, um “cão morto”. Muitos se acham assim, até o instante em que se encontram com Cristo e alcançam dEle misericórdia e o perdão para os seus pecados. Seja leal, fiel a Deus, ao Espírito Santo e também aos seus líderes e chefes, e o Senhor irá te abençoar grandemente. Amém!

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook