Se correr, corra bem a fim de alcançar uma coroa incorruptível

“Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. E todo aquele que luta de tudo se abstém, eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, nós, porém, uma incorruptível.” (1 Coríntios 9.24,25).

O apóstolo Paulo escrevendo aos filipenses disse: “Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp 3.13,14).O renomado líder negro americano, Martin Luther King Jr, disse certa vez: “Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito” (Martin Luther King).Nascido em Atlanta, em 15 de janeiro de 1929 e morto em 4 de abril de 1968 em Memphis, nos EUA, Luther King, soube lutar pelos seus ideais e sonhos. Ele foi um pastor Batista e tornou-se um ativista político nos Estados Unidos. Foi sem dúvida um dos mais ilustres e intrépidos líder do movimento dos direitos civis dos negros Norte Americanos. Suas celebres frases davam vida aos seus discursos, pois eram provenientes de um coração cristão, as quais fizeram dele um proclamador mundial da não violência e de amor ao próximo, um exemplo a ser seguido.Certa vez ele disse: “O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons”. Uma verdade. Nós como Igreja de Cristo não poderemos jamais deixar de falar do grande amor de Deus. O silêncio da Igreja contribui para o aumento da violência e do pecado no mundo. O próprio Jesus disse: “E, quando já chegava perto da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, regozijando-se, começou a dar louvores a Deus em alta voz, por todas as maravilhas que tinham visto, dizendo: Bendito o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas! E disseram-lhe dentre a multidão alguns dos fariseus: Mestre, repreende os teus discípulos. E, respondendo ele, disse-lhes: digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão” (Lucas 19.37-40). Não podemos nos calar!Se correr, corra bem a fim de alcançar uma coroa incorruptível. Na verdade é preciso que cada um se conscientize que necessita dessa coroa, da salvação e de“Não sabeis vós que os que correm no estádio, todos, na verdade, correm, mas um só leva o prêmio? Correi de tal maneira que o alcanceis. E todo aquele que luta de tudo se abstém, eles o fazem para alcançar uma coroa corruptível, nós, porém, uma incorruptível.” (1 Coríntios 9.24,25).O apóstolo Paulo escrevendo aos filipenses disse: “Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam e avançando para as que estão diante de mim, prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus” (Fp 3.13,14).O renomado líder negro americano, Martin Luther King Jr, disse certa vez: “Se não puder voar, corra. Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito” (Martin Luther King).Nascido em Atlanta, em 15 de janeiro de 1929 e morto em 4 de abril de 1968 em Memphis, nos EUA, Luther King, soube lutar pelos seus ideais e sonhos. Ele foi um pastor Batista e tornou-se um ativista político nos Estados Unidos. Foi sem dúvida um dos mais ilustres e intrépidos líder do movimento dos direitos civis dos negros Norte Americanos. Suas celebres frases davam vida aos seus discursos, pois eram provenientes de um coração cristão, as quais fizeram dele um proclamador mundial da não violência e de amor ao próximo, um exemplo a ser seguido.Certa vez ele disse: “O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons”. Uma verdade. Nós como Igreja de Cristo não poderemos jamais deixar de falar do grande amor de Deus. O silêncio da Igreja contribui para o aumento da violência e do pecado no mundo. O próprio Jesus disse: “E, quando já chegava perto da descida do monte das Oliveiras, toda a multidão dos discípulos, regozijando-se, começou a dar louvores a Deus em alta voz, por todas as maravilhas que tinham visto, dizendo: Bendito o Rei que vem em nome do Senhor! Paz no céu e glória nas alturas! E disseram-lhe dentre a multidão alguns dos fariseus: Mestre, repreende os teus discípulos. E, respondendo ele, disse-lhes: digo-vos que, se estes se calarem, as próprias pedras clamarão” (Lucas 19.37-40). Não podemos nos calar!Se correr, corra bem a fim de alcançar uma coroa incorruptível. Na verdade é preciso que cada um se conscientize que necessita dessa coroa, da salvação e de fé para um dia ver ao Senhor da glória. Se possível, devemos estar preparados para morrermos pela causa do Evangelho. Luther King dizia: “Um homem que não morreria por algo não é digno de viver”. Esse algo para nós é a causa do Evangelho de Cristo.Há alguns que não conseguem voar, ou seja, alçar voos dignos de fé, porém, na sua fraqueza e amor a Cristo, tem condições de simplesmente correr, ou melhor, realizar a obra de Cristo dando bom testemunho cristão. Outros há, que encontram dificuldades para correr, saltar, e até mesmo subir uma escada sozinho. É nessas horas que a ajuda, o ombro amigo e a mão amorosa, será estendida para você somente se contentar em andar e não correr desesperadamente, de modo a não alcançar o alvo: “… Se não puder correr, ande. Se não puder andar, rasteje, mas continue em frente de qualquer jeito”. Não tire jamais os olhos do objetivo maior, o céu.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook