“No Senhor confio; como dizeis, pois, à minha alma: foge para a tua montanha como pássaro? (Salmos 11.1).

A tendência da geração mais nova é fugir do combate com as dificuldades e os problemas que surgem inesperadamente no caminho. Como num “click” no “Joystick”, ela tenta se desvencilhar deles, porém, como os imbróglios da vida não se resolvem assim, então, acaba frustrando-se em algumas fases da vida.Essa geração, chamada de “Y”, ou seja, que nasceu após os anos 80, também, são as pessoas conhecidas por geração milênio ou geração da Internet. Uma geração que aprecia as estrelas e viaja, muitas vezes, no espaço sideral sem se preocupar muito com os pés no solo. Uma geração onde muitos vivem como se estivessem no mundo virtual e acabam empurrando coisas importantes e sérias com a barriga.O Ex-presidente Norte Americano Thiodore Roosevelt certa vez disse: “Mantenha os seus olhos nas estrelas e os seus pés na terra.”. Não é proibido sonhar, não é pecado idealizar coisas que nos pareçam impossíveis, porém, a vida é feita de realidades e a geração “Y” precisa confiar mais em Deus, e buscar no Senhor um futuro melhor e promissor para tornar a sua vida mais saudável e duradoura.Essa geração “Y” deve avançar, buscar o conhecimento secular, porém, jamais deverá abandonar as verdades contidas na Bíblia. O mesmo presidente dos Estados Unidos que citei a cima disse: “Um bom conhecimento da Bíblia vale mais do que uma EDUCAÇÃO SUPERIOR. Quase todas as pessoas que com o trabalho de suas vidas acrescentaram algo para o conjunto das realizações humanas… basearam o seu trabalho grandemente nos ensinamentos da Bíblia”.Essa geração “Y” tem vivenciado os mais celebres avanços tecnológicos no mundo. As crianças “Y” cresceram vendo TV a cabo, videogames, novidades da informática, as mais diversas, mas jamais deverão permitir que o entretenimento lhe roubem os momentos íntimos com Deus. Quando isso acontece, a fraqueza espiritual se aloja no homem interior e lhe faltará poder, fé e esperança para vencer as tempestades da vida. Consequentemente, os momentos virtuais poderão abocanhar uma fatia muito grande da vida devocional e então, não haverá horas para a oração, a leitura da Palavra de Deus e o resultado será o enfraquecimento em todas as áreas da vida. O vigor espiritual tenderá a desaparecer e com isso os valores oriundos do caráter, também tenderá a sumir.O presidente Roosevelt também nos alerta: “O vigor físico é bom, o vigor intelectual melhor ainda, mas, muito acima de ambos, está o vigor do caráter”. Este último evidencia-se na vida do homem, quando ele se aproxima de Deus e exala o fruto do Espírito Santo: “…caridade, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.” (Gl 5.22).Não fuja da realidade a sua frente, mas a enfrente com fé e disposição. Lembre-se do que o salmista Davi disse: “No Senhor confio; como dizeis, pois, à minha alma: foge para a tua montanha como pássaro?”Refugie-se em Deus. Voe como pássaro para junto do Senhor. Amém!