Deus abomina a corrupção

“disseram os néscios nos seus corações: Não há Deus. Têm-se corrompido, fazem-se abomináveis em suas obras, não há ninguém que faça o bem” (Salmos 14.1).

Nunca se falou tanto em corrupção como nessas últimas décadas. Etimologicamente a palavra corrupção deriva-se do latim, corruptus, cujo significado é “quebrado em pedaços”. O verbo corromper significa “tornar pútrido”, ou seja, tornar-se podre, deteriorado, etc. O salmista Davi no salmo acima, descreve a ação corrupta dos ímpios e ele diz que esses tais não têm entendimento e por isso não buscam ao Senhor: “O Senhor olhou desde os céus para os filhos dos homens, para ver se havia algum que tivesse entendimento e buscasse a Deus” (Salmos 14.2). Alguns gramáticos definem a corrupção como sendo “a utilização do poder ou autoridade para conseguir obter vantagens e fazer uso do dinheiro público para o seu próprio proveito ou interesse”. Davi considerava os corruptos como pessoas desviadas do caminho da verdade, os quais se tornaram imundos e capazes de somente fazerem o mal e por conseguinte não têm piedade das pessoas, de seus semelhantes, chegando a devorá-los vivos, como se comessem pão: “Desviaram-se todos e juntamente se fizeram imundo; não há quem faça o bem, não há sequer um. Não terão conhecimento os obreiros da iniquidade, que comem o meu povo como se comessem pão? Eles não invocam ao Senhor” (Sl 14.3,4). A corrupção sempre favorece alguém e prejudica a outros e isso é iniquidade, não sendo do agrado de Deus. A maioria deles diz: “Tô nem ai!” A impunidade é o principal instrumento de proliferação da corrupção. Como a corrupção é um pecado, então, a palavra de Deus diz claramente: “Todas as almas são minhas, a alma que pecar esta morrerá”. Enquanto não chega o juízo divino, os corruptos vão fazendo a festa, até o Dia do Senhor…! é bom lembrar que Deus abomina a corrupção de qualquer espécie. É recomendável a lembrança do que disse Abraham Lincoln: “Nenhum homem jamais se perdeu em uma estrada reta”. Pura verdade. Quem pratica a corrupção não anda num caminho reto e nem faz a coisa certa.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook