“E voltaram os pastores, glorificando e louvando a Deus por tudo o que tinham ouvido e visto, como lhes havia sido dito” (Lucas 2.0).

A alegria do Natal contagia a todos: ricos e pobres, religiosos e não religiosos, brancos e negros, grandes e pequenos. A alegria é como uma criança que abre o seu presente e não larga mais dele.O natal é como o choro da alma de Mineirinho, brasileiro simples e humilde, que se sagrou campeão do surfe mundial neste mês e relembrou com emoção e gratidão a prancha que ganhara de seu irmão mais velho quando ainda menino, o qual a comprou pelo valor de R$ 30,00 (trinta reais) e lhe presenteou com amor.Natal é uma festa contagiante, emocionante, radiante, encantadora; é alegria e não nostalgia, é amor, perdão e não rancor e ódio; é a pura paz, a verdadeira harmonia e felicidade entre os povos; natal não é guerra, mas a excelsa ternura que invade a alma de cada ser humano.Natal é muito mais que presente, panetone, vinho, ceia natalina, reuniões de confraternizações e brincadeiras de amigo oculto. Natal é o reconhecimento de que Cristo existe, está vivo e pronto para abençoar a cada criatura.Bom seria se o exemplo dos pastores de Belém fosse seguido por todos nós. Eles ao se encontrarem com o menino Jesus, e vendo-o deitado em uma manjedoura, sem lhe falar uma palavra e nem estender as mãos para tocá-los, mas tendo a certeza que se tratava do Messias, o Filho de Deus, o Salvador do mundo, eles retornaram para suas casas e para o seio familiar glorificando e louvando a Deus por tudo que tinham ouvido e visto.É fantástico quando alguém ao ter um encontro com Cristo, não para mais de exaltar o nome de Jesus. Nome bom, doce e que enche o coração de todos nós de esperança, alegria e paz.Neste natal, em meu nome e de minha família quero desejar a todos que me seguem neste blog, dia após dia, lendo, meditando e se alimentando espiritualmente, meus sinceros votos de feliz natal. Que as alegrias celestes recaiam sobre você e sua família. Feliz Natal!