Ele chegou até as profundezas, ao fundo do abismo…

“E levantaram a Jonas, e o lançaram ao mar, e cessou o mar da sua fúria.
Temeram, pois, estes homens ao Senhor com grande temor; e ofereceram sacrifício ao Senhor, e fizeram votos. Preparou, pois, o Senhor um grande peixe, para que tragasse a Jonas; e esteve Jonas três dias e três noites nas entranhas do peixe.” (Jonas 1.15-17).

Em muitos casos, os justos pagam pelos injustos. Por causa de um homem, que desobedeceu a Deus, quase que um navio foi a pique e a sua tripulação afundava com ele. Até hoje, encontramos convulsões sociais, distúrbios nas ruas, e outras tempestades nas diversas esferas da sociedade por causa de alguém ou grupos que não souberam manter um comportamento ilibado, uma conduta exemplar, ao longo de sua vida pública ou privada. A solução que Jonas encontrou para acalmar o mar foi sacrificar a sua própria vida. Ele buscou a solução mais rápida: “E ele lhes disse: Levantai-me, e lançai-me ao mar, e o mar se vos aquietará; porque eu sei que por minha causa vos sobreveio esta grande tempestade.” (Jonas 1.12). Jonas teria morrido se Deus não o tivesse socorrido. Não concordo com o suicídio, mas foi o que Jonas buscou. Jonas foi para as profundezas do mar, levado por um peixe que o levou em seu ventre e mesmo tendo fome, o peixe não pode comer o profeta do Senhor, porquanto ele estava debaixo da proteção de Deus. Jonas desceu às profundezas abissais porque desobedeceu ao Senhor. Com Deus ninguém brinca ou zomba. O Senhor tem o controle da vida e não adiante querer fazer algo errado, pois a lei da semeadura é para todos: “O que semeares isso também ceifarás”. Outros dizem que: “o que aqui se faz aqui se paga”. Isso é uma verdade, mas lá no porvir haverá também um ajuste de contas e lá o advogado é mais justo do que os daqui. Só há uma maneira de acalmarmos as tempestades na área espiritual: reconhecer o erro, ser humilde e aceitar a verdade. A Bíblia diz: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Somente Jesus Cristo pode libertar o homem de seus pecados e iniquidades.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook