“Uns se dizem ricos sem terem nada; outros se dizem pobres, sendo mui ricos” (Provérbios 13.7).

Depois da salvação, a saúde, tem sido o estado contribuidor para a felicidade do homem. Muitos a têm como a principal fonte de vida. Nesses tempos modernos, tanto jovens como idosos lutam para viverem saudáveis. Abstêm-se de várias coisas prazerosas para preservar a boa forma; outros há que não prestigiam tanto a saúde, mas abusam da mesma, o que são severamente repreendidos por aqueles que a consideram o “deus” de suas vidas, chegando até a sacrificá-la em prol de uma fé hedonista, onde somente o prazer interessa para se alcançar a felicidade completa. É preciso que todos aqueles que almejam ser felizes, sejam acima de tudo realistas consigo mesmo e com todos quantos fazem parte de seu ciclo social. Vez por outra me deparo com pessoas bastante orgulhosas, que não admitem externar ou evidenciar sua verdadeira situação. Sofrem por quererem viver acima de seus limites econômico-financeiro, de modo que passam por privações e até situações de desconforto, porém, não são capazes de pedirem ajuda, preferindo manterem-se em redoma e com isso vão sofrendo e prejudicando a tão maravilhosa e importante saúde. Hoje, é comum você vê as pessoas buscarem na medicina natural  meios para melhorarem o estado de saúde. Segundo os estudiosos, este tipo de medicina, que para muitos é um complemento da medicina convencional, confere bem-estar a longo prazo porque leva em conta o estilo de vida da pessoa e trata o seu todo: corpo, mente e espírito. Não busque obter saúde nas chamadas pseudo-terapias. Elas não têm o respaldo bíblico. Não pratique exercícios, para o corpo e para a mente, sem você saber a sua origem. Estas práticas, trazem em si, e de forma oculta, ensinamentos místicos e fórmulas mágicas, capazes de deixar a pessoa num estado de opressão e paz aparente como se espiritual fosse. Seja realista consigo mesmo. Tendo você algum tipo de problema procure seu pastor, não permita que Satanás diga e faça você pensar que é rico, espiritual ou sadio sem o ser. Tal conflito só serve para confundir a mente e causar traumas e problemas irreparáveis na área espiritual. Não adore a satanás. Não permita que pessoas lhe induzam a praticar algum tipo de exercício mental afastando-lhe da fonte principal a Palavra de Deus. Saiba que satanás é quem está por trás de todos os ídolos e deuses, e também dos ensinos místicos espalhados por esse mundo de Deus. Ele procura, por tais meios, conservar os homens em seus pecados e mantê-los debaixo de seu poder, de maneira que possa destruí-los na primeira oportunidade. Lute ao lado de Jesus pela sua felicidade completa, sua saúde perfeita e valorização de seus ideais. Não procure ser rico, espiritual ou sadio sem o ser. Se você hoje tem a Cristo, na glória, terás a riqueza merecida.