Quando a necessidade nos leva ao milagre

“Ouvindo falar de Jesus, veio por detrás, entre a multidão, e tocou na sua veste. Porque dizia: Se tão-somente tocar nas suas vestes, sararei.” (Marcos 5.27,28).

Bom seria se o milagre acontecesse na vida das pessoas quando elas adorassem a Deus em espírito e em verdade. Quando elas fossem surpreendidas com as dádivas celestes após se derramarem em sinceridade e amor na presença do Senhor, porém, muitos vão ao Pai celestial por extrema necessidade e tudo fazem para receberem as bênçãos da cura e da prosperidade material. Muitos só procuram exercer a sua fé quando focam no milagre, então se submetem a inúmeros ritos e sujeições espirituais com o objetivo de alcançar as benesses divinas. A mulher do fluxo de sangue, Evangelho de Marcos capítulo 5, teve uma oportunidade e ela não a desperdiçou. Ela havia gastado tudo o que tinha com os médicos e havendo sido desenganada, e não tendo mais recurso nenhum, após ouvir falar de Jesus Cristo, saiu em busca de encontrá-lo e, pela sua fé, alcançar o milagre. Para muitos, Deus é a única válvula de escape para a cura. É bom quando o homem vive por aquilo que ele crer e não por aquilo que ele vê. A pessoa deve sim buscar ao Senhor, enquanto se pode achar e procurar receber dEle dádivas que sejam úteis para seu progresso espiritual. Bom seria se todos aqueles que procuram por Deus o buscasse por amor e não com interesses diversos, incluindo o milagre. Jesus certa vez disse para alguns de seus seguidores que eles o buscavam pelo pão que ele havia multiplicado e saciado a fome de muitos: “Jesus respondeu-lhes e disse: Na verdade, na verdade vos digo que me buscais, não pelos sinais que vistes, mas porque comestes do pão e vos saciastes.” (João 6.26). A fé de muitos cristãos está sendo usada com base somente nas grandes dificuldades, que sejam elas nas áreas, material ou espiritual. Muitos só conseguem sair da zona de conforto quando a situação chega a um estado crítico. A Igreja de Cristo está vivendo hoje na zona de conforto. Ela não está em perigo, não sofre perseguição, falo do grupo Ocidental, e uma camada muito pequena é que busca o Senhor em espírito e em verdade e dEle vem recebendo força, graça e até mesmo milagres para que cresçam na fé. Infelizmente a Igreja hoje, ora por necessidade e não por intimidade da fé em Cristo. Por que isso vem acontecendo? Porque a Igreja do Senhor Jesus está acomodada, vivendo na zona de conforto. Como diz o outro: “na sombra e água fresca”. Porquanto, muitos não sentem interesse de participar dos cultos em suas igrejas, somente quando há algum movimento que fuja da rotina. Procure ter comunhão com Deus e O busque, não pelo que Ele poderá fazer por você, mas pelo que Ele já fez através de Seu Filho Jesus Cristo na cruz do Calvário, dando-nos a oportunidade de salvação quando crermos nEle. Amém!

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook