O que fazer diante de uma péssima notícia?

“E disseram-me: os restantes, que não foram levados para o cativeiro, lá na província estão em grande miséria e desprezo, e o muro de Jerusalém, fendido, e as suas portas, queimadas a fogo. E sucedeu que, ouvindo eu essas palavras, assentei-me, e chorei, e lamentei por alguns dias; e estive jejuando e orando perante o Deus dos céus” (Neemias 1.3,4)

Dependendo da notícia cada pessoa tem uma reação diferente. Alguns se descontrolam emocionalmente e tomam atitudes que acabam prejudicando a sua própria vida e deixando a situação mais caótica. Neemias tomou conhecimento de fatos que envolviam o seu povo e a sua cidade, os quais lhe comoveram bastante, pois além do povo que voltara do cativeiro está em estado crítico de miséria, a cidade, a grande Jerusalém, estava com seus muros detonados, ou melhor queimados a fogo. Neemias era um copeiro na fortaleza de Susã e servia com dedicação ao rei Artaxerxes. Um dia lhe informaram o estado em que se encontrava a cidade de Jerusalém e como o povo estava vivendo, em estado de intensa miséria e a partir dai ele começou a pensar num plano para ajudar o seu povo e a reconstruir a cidade de Sião. Durante alguns dias o copeiro do rei esteve jejuando, orando e pedindo a orientação do Senhor Deus de Israel. Neemias orava de dia e de noite e pedia para o Senhor ouvir a sua oração. Sua oração começa com uma profunda e sincera confissão quando ele confessa os seus pecados e os de seu povo no passado. Ele expõe parte deles, dizendo que todos os seus antepassados corromperam a fé perante Deus, bem como deixaram de guardar no coração os mandamentos, os estatutos e os juízos que Ele havia entregue a Moisés para serem observados pelo povo. Na sua oração, também, Neemias relembra as promessas feitas a Moisés e apresenta o povo como sendo o produto da desobediência de uma geração rebelde e desobediente ao Senhor.

 

Neemias conclui a oração fazendo uma intercessão calorosa pelo povo, dizendo que eles ainda eram servos do Altíssimo e que ele precisava que o Senhor ouvisse a oração de um servo simples e humilde: “Ah! Senhor, estejam, pois, atentos os teus ouvidos à oração do teu servo e à oração dos teus servos que desejam temer o teu nome; e faze prosperar hoje o teu servo e dá-lhe graça perante este homem. Então, era eu copeiro do rei” (Ne 1.11). Deus ouviu a oração de Neemias e moveu o coração do rei Artaxerxes.

 

O que você tem feito quando a crise bateu a sua porta? Como você reagiu ao saber que estava diante de um grande dilema e que a situação em questão estava fugindo o seu controle? Você atentou para o caminho que trilhou Neemias ao saber da situação de miséria do povo de Judá e de como estava o estado dos muros de Jerusalém? Neemias como homem espiritual buscou a solução orando, jejuando e indo de encontro ao problema, não como um derrotado, mas como um vitorioso.

 

Quando você receber uma péssima notícia, não se desespere, mas confie em Deus e o busque para que Ele lhe dê uma direção sábia. Aleluia!

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook