“E sucedeu que, ouvindo Sambalate que edificávamos o muro, ardeu em ira, e se indignou muito, e escarneceu dos judeus.” (Neemias 4.1).

Infelizmente o mundo está dominado pela ira, o ódio. Aliás, sempre se soube que as contendas e as guerras estiveram presentes no meio da sociedade humana. Tão logo Adão e Eva, o primeiro casal deixou o seu habitat no Edén, e tiveram filhos, os dois primeiros Caim e Abel, o primeiro ardeu em ciúmes do mais novo e lhe armou uma cilada e o matou friamente, cometendo assim o primeiro homicídio que se tem notícia no mundo. Qualquer que seja o propósito de nossas orações e os objetivos e alvos que estamos colocando diante de Deus é preciso perseverar com fé, pois, basta o inimigo tomar conhecimento, ele logo procura atrapalhar ou retardar que a bênção chegue até nós. Certa vez, Daniel, orava ao Senhor para que este lhe revelasse planos futuros e tão logo ele dobrou os joelhos, Deus o ouviu e mandou o anjo com a resposta, porém, o anjo quando trouxe a resposta de Deus, ainda ficou vinte e um dias sem poder entregá-la, pois os demônios, impediram o anjo passar. Precisou Deus mobilizar Miguel, o Arcanjo que preside os Exércitos celestiais para desbloquear a passagem e fazer com que Daniel recebesse de Deus o que pedira: “Então, me disse: não temas, Daniel, porque, desde o primeiro dia, em que aplicaste o teu coração a compreender e a humilhar-te perante o teu Deus, são ouvidas as tuas palavras, e eu vim por causa das tuas palavras. Mas o príncipe do reino da Pérsia se pôs defronte de mim vinte e um dias, e eis que Miguel, um dos primeiros príncipes, veio para ajudar-me, e eu fiquei ali com os reis da Pérsia” (Dn 10.12,13). Quem não quiser ter seus objetivos e alvos de oração retardados ou impedidos por Satanás, então, lute com fé na batalha espiritual, sendo perseverante naquilo que propuser diante de Deus e não desista de seus sonhos com facilidade, mas seja persistente, persistente e mais uma vez persistente, batalhando com a força da sua alma, ou seja, por fé, tendo sempre a esperança de que irá alcançar a vitória. Amém!