Mulher pacificadora

“Eu sou uma das pacíficas e das fiéis em Israel, e tu procuras matar uma cidade que é mãe em Israel; por que pois, devorarias a herança do Senhor? (2 Samuel 20.19).

Já vi mulher corajosa na Bíblia, mas igual a essa que enfrentou Joabe, capitão do exército de Israel, frente a frente, estou para ver outra igual, talvez a profetisa Débora.  Joabe buscava matar a Seba, filho de Bicri, porquanto, Seba havia levantado a sua mão contra o rei Davi e Joabe buscava matá-lo. Joabe disse aquela mulher assim: “…entregai-me só este, e retirar-me-ei da cidade. Então, disse a mulher a Joabe: eis que te será lançada a sua cabeça pelo muro” (2 Samuel 20.21). Assim procedia nos dias de Davi. O perdão não funcionava. O amor não tinha lugar nos corações das pessoas. Tudo era motivo para matar e destruir vidas, lares inteiros e porque não dizer, milhares de inocentes. Será que hoje, não agimos como naqueles dias? Sim, agimos de igual maneira, sem ao menos termos misericórdia do nosso semelhante. A mulher foi considerada corajosa, sabia por ter convencido os homens daquela cidade a entregarem a cabeça de Seba para Joabe: “E a mulher, na sua sabedoria, entrou a todo o povo, e cortaram a cabeça de Seba, filho de Bicri, e a lançaram a Joabe; então, tocou este a buzina, e se retiraram da cidade, cada um para as suas tendas. E Joabe voltou a Jerusalém, ao rei” (2 Samuel 20.22). A primeira coisa que se fez foi cortar a cabeça do faltoso. Será que Davi ao saber disso ficou alegre, louvou a Deus e tocou a sua harpa? Será que o Senhor se agradou da atitude de Joabe? E a mulher que enfrentou Joabe a partir daquele dia foi a mulher mais feliz da cidade de Abel-Bete-Maaca? Nem sempre a violência é a melhor solução! A mulher com o seu ato de bravura se achava uma pacificadora da cidade. O que é ser um pacificador, senão aquele que traz paz para a alma do aflito. Seja um pacificador!

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook