Sofrendo por falta de atenção!

“Entretanto, porque eu clamei e recusastes; e estendi a minha mão e não houve quem desse atenção.” (Provérbios 1.24).

Outro dia por pouco, não atropelei uma adolescente que, desligada dessa vida, passou fora da faixa e sem olhar para os lados se vinha ou não algum veículo, mas ligadona em seu celular, com fones no ouvido curtia, sei lá o que, podendo ter complicado a minha vida e ter se acidentado. Conclusão, pura falta de atenção. Talvez estivesse em outro mundo, o virtual, não se preocupando com o real, isso talvez indique que, no mundo real ela sofre por falta de atenção e busca no virtual o seu consolador. A Internet e suas atrações cada vez mais interessantes, porém, não edificantes espiritualmente falando, está desviando a atenção de muita gente, tanto pequenos como grandes. Outro dia, achei o máximo, andando no Parque da Cidade, contemplei um casal de idosos, sentados no banco e se comunicando pelo celular, talvez tivessem falando com algum parente pelo WatsApp ou acessando alguma página na Internet. Conclusão, entendi perfeitamente que lhes faltavam assunto, entre eles na melhor idade de suas vidas, para a distração, a conversa saudável, ou passar aquele lindo momento do entretenimento a dois relembrando os idos da jovem guarda ou algum cenário com os filhos ou netos. Se você comparece ao hospital e se dirige à sala de espera ta lá, quase todos com os celulares sendo utilizados na rede, ou não, mas estão lá, e a comunicação mais uma vez é zero. Outro dia me deu vontade de falar de Jesus, porém, como iria me aproximar se ninguém me daria atenção? Conclusão: fico cada vez mais convencido de que as pessoas que amam evangelizar irão encontrar grandes dificuldades. Até as pregações nas igrejas não tem alcançado 100% dos ouvintes, pois sempre tem alguns, dentro do templo com o celular ligado, isso é uma tremenda irreverência e falta de atenção a pessoa de Jesus, pois o Senhor está usando alguém para orientar, ensinar e exortar o povo a ter uma vida melhor, mas o celular tem sido um obstáculo, pois que o usa na igreja, chama a atenção dos que estão ao lado, mesmo sendo usado no silencioso. Outro dia uma criança brincava próxima de uma senhora, possivelmente a mãe do menino. Ela estava ligada à rede, e o menino sozinho brincava com um boneco, a criança não tinha atenção nenhuma. Conclusão: assim como essa criança, inocente e indefesa, tem muitos filhos que não tem mais a atenção dos seus pais e vão crescendo sem conhecer o diálogo e as experiências da vida transmitidas pelos seus próprios genitores, e assim, terão um futuro marcado pela incerteza, pela dúvida e a falta de fé em Deus. Aprenderão a se virá sozinhos, pois a base da família está sendo ameaçada pela falta de atenção daqueles que têm o dever de orientar, ensinar e corrigir. Tem muitas mulheres sofrendo e vice versa, pois seus cônjuges passam mais tem ligados na rede ou em seus celulares do que num relacionamento ativo do mundo real. Conclusão: muitos lares estão sendo atingidos por Satanás, e estão sendo desfeitos pelo simples fato dos cônjuges não darem mais atenção um ao outro, mas ligados a internet, valorizam mais o mundo virtual do que o real e por isso estão sofrendo por falta de atenção.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook