“Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus.” (Filipenses 3.14).

 

É impressionante o número de pessoas que tenho conversado e me confessado que não mais sentem prazer em lutar pelos seus alvos, quer sejam eles materiais ou espirituais. Outro dia conversava com uma senhora, bem jovem, e ela havia se separado do marido. Ela não tinha mais esperanças de reconquistá-lo, também não iria fazer nenhum esforço para buscar uma restauração. Ele simplesmente aceitou a derrota, e não tinha forças para batalhar na esfera espiritual. Às vezes a pessoa não consegue alcançar um objetivo, mas existem outros que poderão ser conquistados. A esperança nesse caso é muito importante. A fé também é uma alavanca que garante a vitória, então, o que fazer para lutar pelos alvos de nossas vidas? Em primeiro lugar é confiar em Deus e em você mesmo; depois ser persistente, não ignorando as artimanhas de Satanás, mas lutando firmemente contra todas as hostes malignas, e buscando a ajuda de Cristo. Se um alvo não foi alcançado, lute pelos demais, porém, jamais desista de tudo na vida. Seja forte e confie mais em Deus. O Salmista diz: “Os que confiam no Senhor serão como o monte de Sião que jamais se abala, mas permanece para sempre”. Não perca os alvos de sua vida, lute por eles!