“E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.” (Atos 16.30,31).

 

É preciso alimentar sempre a fé em Cristo, a fim de você ser mais do que vencedor nesse mundo tenebroso, onde o pecado jaz, se prolifera e esfria o maor de muitos.

A fé não pode ser superficial, mas firme como uma âncora. Paulo aos romanos escreve: “Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança.” (Romanos 5.2-4). É preciso que cada um viva em perfeita ordem e em firmeza da fé em Cristo, pois assim fazendo será um vaso glorioso nas mãos do Espírito Santo. Este, quer usar alguém que tenha uma fé robusta em Cristo.

A fé superficial deixa o crente tal como um navio sem lema, ou seja, impulsionado pelos ventos de doutrina, sem firmeza na fé e em paz com Deus e a sua própria alma. A fé precisa proporcionar fatos reais e concretos a fim de proporcionar salvação. Jesus disse a Tomé, um de seus discípulos: “…  Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram. Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.” (João 20.29-31).

Não abandone a sua fé, mas lute para preservá-la, para isso não deixe de orar, e meditar na Palavra de Deus, e também de evangelizar com amor. Amém!