“E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.” (Atos 16.30,31).

 

Alimentar a fé só te trará alegria e firmeza na caminhada cristã. Assim fazendo você estará focalizando a esperança. Paulo disse aos romanos: “Porque em esperança fomos salvos. Ora a esperança que se vê não é esperança; porque o que alguém vê como o esperará? Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o esperamos.” (Romanos 8.24,25).

A esperança é a âncora da alma e por isso não pode ser ignorada e nem perdida. Quem tem esperança não abandona seus sonhos e objetivos de vida. Ela está sempre juntinha da fé e do amor: “Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor, estes três, mas o maior destes é o amor.” (1 Corintios 13.13).

Não se pode deixar de focalizar na esperança. Quando a esperança é uma realidade na vida do crente, ele não espera Cristo somente nesta vida, mas além de o aguardar por ocasião do rapto da igreja, ele também espera as realizações proféticas para o futuro como noiva do Cordeiro. Paulo admoesta: “Se esperamos em Cristo só nesta vida, somos os mais miseráveis de todos os homens. Mas de fato Cristo ressuscitou dentre os mortos, e foi feito as primícias dos que dormem.” (1 Coríntios 15.19,20).

A esperança é a principal razão para você não negligencia em sua fé e nem deixar de amar a Cristo e tudo que se relaciona a Ele. Batalhe firmemente pela sua vida espiritual, pelo crescimento de sua fé, para tal, vai aqui o meu conselho, ore muito, cultue a Deus muito, leia muito a Bíblia, medite muito nas Escrituras e ame muito ao seu semelhante, mesmo que a fé dele não seja genuína tal como a sua. Aleluia!