É preciso cuidar da preservação da salvação (continuação)

“E, tirando-os para fora, disse: Senhores, que é necessário que eu faça para me salvar? E eles disseram: Crê no Senhor Jesus Cristo e serás salvo, tu e a tua casa.” (Atos 16.30,31).

 

O carcereiro de Filipo, estava apavorado com o que estava acontecendo e com medo de morrer pensando que os presos haviam fugido. É muito maravilhoso quando na hora da dor, da angústia e do desespero encontramos alguém que nos dê a mão.

Estou estes dias todos falando da salvação e quero ressaltar que ela para ser firmada é preciso, não somente perseverá na fé, mas também de arrependimento. Como uma pessoa quer caminhar ao lado do Espírito Santo se o coração está cheio de ressentimento e feridas abertas pelas circunstâncias da vida?

O que Deus quer de nós? O apóstolo Pedro responde: “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.” (2 Pedro 3.9). Deus não aceita a soberba. Ele, além de abater os orgulhosos, os afastará também de si. Aos humildes Ele sempre os exaltará.

Se o homem não reconhecer a sua culpa, ele colocará em cheque a sua salvação. Davi no profundo da sua amargura ele disse: “Contra ti, contra ti somente pequei, e fiz o que é mal à tua vista, para que sejas justificado quando falares, e puro quando julgares.” (Salmos 51.4).

Um dos relatos mais lindos sobre arrependimento foi relatado por Lucas no capítulo quinze: “Levantar-me-ei, e irei ter com meu pai, e dir-lhe-ei: Pai, pequei contra o céu e perante ti; Já não sou digno de ser chamado teu filho; faze-me como um dos teus jornaleiros. E, levantando-se, foi para seu pai; e, quando ainda estava longe, viu-o seu pai, e se moveu de íntima compaixão e, correndo, lançou-se-lhe ao pescoço e o beijou.” (Lucas 15.18-20). Se aquele filho moribundo tivesse ficado preso ao seu orgulho, ele jamais teria encontrado novamente a sua felicidade e a alegria de viver em família.

É preciso cuidar da preservação da salvação. O arrependimento abre as portas para o homem recomeçar uma nova jornada de fé em sua vida. Chegue-se a Deus e ele se chegará a você.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook