Os Vasos da Casa do Senhor #5

“Então disse ele: Vai, pede emprestadas, de todos os teus vizinhos, vasilhas vazias, não poucas. Então entra, e fecha a porta sobre ti, e sobre teus filhos, e deita o azeite em todas aquelas vasilhas, e põe à parte a que estiver cheia. ” (2 Reis 4.3,4).

 

A igreja de Cristo, infelizmente, convive com vasos que não são de honra mas de desonra. São vasos classificados como sendo de pau e de barros: “Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra. De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra. {…} E tornarem a despertar, desprendendo-se dos laços do diabo, em que à vontade dele estão presos. ” (2 Tm 2.20-26).

Há vasos abandonados, empoeirados e emborcados os quais estão atravessando grandes dificuldades para levar avante a obra que Deus lhes confiou. Os dias são trabalhosos para todos, porém, para esses vasos que não tem mais compromisso com a verdade, a situação parece ser ainda pior.

A casa do Senhor tem vasos em condições boas e ruis, cujo caráter é bom e também de má qualidade.

Deus está à procura de homens e mulheres que sejam vasos cheios de azeite, ou melhor, cheios do Espírito Santo. Quando você se esvazia na presença de Deus, se humilhando e lutando para fazer a Sua vontade, então, Deus o enche da Sua graça, unção de poder. Mas, para isso o vaso não pode está cheio de arrogância, orgulho e soberba, tem que está vazio: “Então disse ele: Vai, pede emprestadas, de todos os teus vizinhos, vasilhas vazias, não poucas. Então entra, e fecha a porta sobre ti, e sobre teus filhos, e deita o azeite em todas aquelas vasilhas, e põe à parte a que estiver cheia. ” (2 Reis 4.3,4).

O vaso cheio é sempre um referencial: “E ele lhes disse: Eis que, quando entrardes na cidade, encontrareis um homem, levando um cântaro de água; segui-o até à casa em que ele entrar.” (Lc 22;10). Jesus logo lançou mão de um e os discípulos não tiveram dúvida.

Vaso vazio não sacia sede de ninguém. Geazi é um exemplo de vaso inútil, vazio e não consagrado: “E ele disse a Geazi: Cinge os teus lombos, toma o meu bordão na tua mão, e vai; se encontrares alguém não o saúdes, e se alguém te saudar, não lhe respondas; e põe o meu bordão sobre o rosto do menino. Porém disse a mãe do menino: Vive o Senhor, e vive a tua alma, que não te hei de deixar.  ntão ele se levantou, e a seguiu. E Geazi passou adiante deles, e pôs o bordão sobre o rosto do menino; porém não havia nele voz nem sentido; e voltou a encontrar-se com ele, e lhe trouxe aviso, dizendo: O menino não despertou. ” (2 Reis 4.29-31).

Seja um vaso para honra, cheio do Espírito Santo, e não cheio de si mesmo.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook