O amor de Deus é que nos faz abandonar a vida de pecado

“Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo, para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça” (1 João 1.9).

É muito gratificante você ser amado e reconhecido como filho por nosso Deus. A única coisa imediata que Deus quer de cada um que se acha afastado de seu caminho para a Eternidade é justamente a confissão de pecados.

Quando o homem confessa os seus pecados, Ele é fiel e justo para perdoar, bastando tão somente que haja sinceridade no coração daquele que se aproxima do Senhor, reconhecendo-O como Criador, Senhor e Salvador Eterno.

Para desfrutar dos reais benefícios do amor de Deus Pai o homem precisa confessar suas iniquidades e se aproximar dEle em espírito e em verdade, com profunda sinceridade no coração. Assim procedendo, podemos afirmar que este homem é sábio e prudente com grandes chances de se conduzir no reto caminho da salvação.

Aquele que confessa de todo o seu coração alcançará o perdão: “O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.” (Provérbios 28.13). A Bíblia ainda afirma que as misericórdias do Senhor, são as causas de não sermos consumidos. Saiba ainda que, o amor de Deus é que nos faz abandonar a vida de pecado.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook