Há coisas que o homem não consegue realizar

“Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? (João 3.3,4).

Desde o Éden que o homem inventa coisas. Quando Adão e Eva descobriram que estavam nus, trataram logo de confeccionar vestimentas e com folhas de figueiras, frágeis e sem duração nenhuma.

Os séculos se multiplicaram e as invenções nunca pararam e, hoje, muitos têm o homem como um gênio, pois o que seria de nossa gente e dos demais povos se não fossem as grandes realizações humanas? Porém, há algumas coisas que Deus não permitiu que nós humanos realizassemos, ou seja, ao homem é impossível executar muitas coisas. Vejamos algumas:

A salvação é uma delas, pois, o ser criado não consegue, por si só alcançar a vida eterna com Deus a não ser por Jesus Cristo. Ele não consegue ser salvo sem que antes nasça de novo. Foi justamente isso que Jesus disse a um mestre judaico chamado Nicodemos: “… aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus…”

O resgate da alma não é feito por sangue de animais ou por intermédio de indulgência, mas somente através do sangue precioso de Cristo: “E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão. De sorte que era bem necessário que as figuras das coisas que estão no céu assim se purificassem; mas as próprias coisas celestiais com sacrifícios melhores do que estes. Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus.” (Hebreus 9.22-24).

Somente através do sangue do Cordeiro de Deus, Jesus Cristo, é que o homem encontra a remissão perfeita para seus pecados. Hoje, perante Deus Ele intercede por nós como o único advogado capaz de oferecer o perdão de nossas iniquidades.

Outra coisa que o homem não consegue realizar é salvar-se a si próprio. Faz-se necessário entrar pela porta, Cristo: “Tornou, pois, Jesus a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo que Eu sou a porta das ovelhas. Todos quantos vieram antes de mim são ladrões e salteadores; mas as ovelhas não os ouviram. Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.” (João 10.7-9).

Para Nicodemos a lei de Moisés era a melhor solução para ser salvo, porém, Jesus lhe apontou o melhor caminho. Jesus é o caminho que conduz o homem à vida eterna. O homem não consegue escapar do juízo final, do trono branco, sem que para isso tenha que ser Igreja do Cordeiro de Deus, que tira o pecado do Mundo, Jesus Cristo homem. O escritor aos Hebreus alerta-nos: “Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram.” (Hebreus 2.3).

O homem, também, não pode dizer que agrada ao Senhor, e faz a Sua vontade, sem que para isto tenha fé em seu coração: “Ora, sem fé é impossível agradar-lhe; Porque é necessário que aquele que se aproxima de Deus creia que ele existe, e que é galardoador dos que o buscam.” (hebreus 11.6).

Deus, o sábio Senhor, e Criador dos céus e da terra, não concedeu as coisas em lide para o homem solucionar e se vangloriar, porém, ele tudo faz para contrariar as ordens e determinações do Senhor em Sua Palavra. E continua inventando soluções para viver esplendidamente após a morte. Depois da morte, segue-se o juízo. A Bíblia diz que o homem não pode obter a sua conversão após a morte: “E, além disso, está posto um grande abismo entre nós e vós, de sorte que os que quisessem passar daqui para vós não poderiam, nem tampouco os de lá passar para cá.” (Lucas 16.26). Esta é uma das parábolas mais edificantes das Escrituras sobre a vida além-túmulo. Quem pensa e acredita em reencarnação, pode tirar o cavalinho da chuva!, pois há coisas que o homem não consegue realizar.

Jesus em seu diálogo com Nicodemos lhe apresenta a solução para os problemas do mestre rabino e lhe dá um xeque mate espiritual dizendo-lhe: “Ora, ninguém subiu ao céu, senão o que desceu do céu, o Filho do homem, que está no céu. E, como Moisés levantou a serpente no deserto, assim importa que o Filho do homem seja levantado; Para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.
Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porque Deus enviou o seu Filho ao mundo, não para que condenasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem crê nele não é condenado; mas quem não crê já está condenado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus.” (João 3.13-16).

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook