“Para anunciarem que o Senhor é reto. Ele é a minha rocha, e nEle não há injustiça” (Salmos 92.15).

A verdadeira Rocha é Cristo Jesus. Quando o povo de Israel peregrinava pelo deserto, Deus ordenou a Moisés a falar com a rocha indicada a fim de que ela pudesse jorrar água para os israelitas beberem, porém, Moisés desobedeceu ao Senhor e acabou ferindo duas vezes a rocha, porquanto ele estava com muita raiva e indignado porque o povo havia murmurado não crendo na providência de Deus.

A resposta do Senhor foi imediata: “E o Senhor disse a Moisés e a Arão: Porquanto não me crestes a mim para me santificar diante dos filhos de Israel, por isso não meterás esta congregação na terra que lhes tenho dado” (Números 20.12).

A verdadeira Rocha é lugar de REVELAÇÃO. O crente deve permanecer sobre a rocha e receber de Cristo a revelação divina para se manter firme na fé: “Disse mais o Senhor: Eis aqui um lugar junto a Mim; ali te porás sobre a rocha” (Êxodo 33.21).

A verdadeira Rocha é lugar de SACRIFÍCIO. Quem quer ser grato a Deus precisa sacrificar sua própria vida e fazer para Ele o melhor louvor, dar o melhor testemunho e Apresentar seu corpo em sacrifício vivo, de modo que o Espírito Santo possa lhe usar grandemente como um vaso de honra. (continua amanhã).