Agradecer é uma arma que produz paz!

“Visto como por ti temos tanta paz e por tua prudência se fazem a este povo muitos e louváveis serviços, sempre e em todo lugar, ó potentísmo Félix, com todo o agradecimento o queremos reconhecer” (Atos 24.3).

É muito prazeroso quando o líder reconhece o trabalho de seus liderados e aproveita a ocasião para agradecê-los pelos trabalhos que eles realizam para Deus. É muito triste quando o líder não tece algum comentário positivo e nem se quer elogia o trabalho daqueles que estão lutando ao seu lado por um objetivo único.

Eu, particularmente, já sofri na carne inúmeros choques emocionais por deixar de elogiar pessoas que passaram meses trabalhando em prol de uma festa, de uma confraternização ou congresso e ao final dos trabalhos, não fiz um agradecimento regado de amor e felicidade, ou seja, bem merecido. A vida e as experiências nos ensinam a viver.

A passagem acima foi proferida por Tértulo, um orador romano que os judeus chamaram para acusar Paulo perante o governador Féliz. O elogio que ele fez a Féliz foi de certa forma sincero, todavia, ele estava colocando “pilha” para que aquela autoridade não perdoasse a Paulo, mas o sentenciasse a fim de agradar aos anciãos judeus.

O elogio, o reconhecimento pelas obras de alguém precisam ser feitos com bastante sinceridade de coração. O amor, o respeito e a consideração precisam fazer parte do agradecimento. Assim sendo, o meu conselho é que, jamais deixe de reconhecer os feitos de alguém que trabalha ao seu lado. Amém!

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook