Praça dos Stressados

“E ao servo do Senhor não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor.” (2 Timóteo 2.24).

Caminhando na orla da beira mar em Fortaleza,CE, fiquei impressionado com uma praça ali existente, cujo nome era: “Praça dos Stressados”.

A área da referida praça é bem conservada, com bancos novos e com bastante árvores em volta, muito prazeroso desfrutar do lazer ali, porquanto, não vi ninguém stressado, mas conversando e parecendo-me as pessoas mais felizes da face da terra.

A maneira como o mundo caminha, são poucos os que não são acometidos de stress, uns com mais intensidade outros com menos intensidade sobre o corpo. O stress faz parte da vida e, segundo alguns especialistas nem sempre ele produz malefícios e sim benefícios. Quase sempre uma agitação ou mesmo motivação capaz de levar o homem a atingir de fato os seus objetivos de vida com mais rapidez.

O stress que prejudica é justamente aquele untado em excessos, que roubam o teu sono, aumenta a tua pressão arterial, provoca dores inesperadas por todo o corpo e não te dá condições de raciocinar com sensatez.

O stress reage tão negativamente em algumas pessoas que poderá causar inúmeros problemas físicos, além do mal estar psicológico. Quem está atravessando dificuldades na vida, e a origem seja o stress, quase sempre não admite e nem descobre por si só que o dito cujo é quem está arruinando a sua vida, lhe tirando a paz, a felicidade e fazendo com que você seja precipitado em tomar decisões erradas em seu dia a dia.

Os momentos de stress são comuns na sociedade moderna, porém, quando este estado estiver lhe prejudicando e isso é fácil se saber, bastando tão somente olhar para as reações que o seu corpo esteja provocando no seu habitat ou mesmo nos seus relacionamentos sociais e até mesmo conjugal e familiar. Reações que lhe tiram à alegria, a felicidade, a paz e a harmonia com as demais pessoas do seu convívio, então, é hora de acender a luz vermelhar, procurar um médico e começar um tratamento sério e com acompanhamento do profissional da área.

O interessante nisso tudo é que o stress mata silenciosamente. Desestrutura sua vida calmamente e quando você percebe já está num estado avançado de alguma doença, quer seja ela hipertensão, ansiedade acelerada, dores por todo o corpo, etc. O stress é uma doença, porém, não há uma definição para ele nos compêndios de patologia médica. O que chega até nós é o que se acha registrado nos dicionários da língua portuguesa: “conjunto de reações do organismo a agressões de ordem física, psíquica, infecciosa, e outras capazes de perturbar a homeostase.” (dic. Novo Aurélio).

Os países no mundo inteiro estão gastando muito para tratar as pessoas que são acometidas de stress. Pessoas estas que não conseguem se desvencilhar dos grandes problemas da vida, os quais se tornam agudos e crônicos, capazes de nos fazerem mal.

Paulo orienta ao seu filho na fé a evitar a contenda: “…não convém contender, mas sim, ser manso para com todos, apto para ensinar, sofredor.” – mas ser manso para com todos. É isso mesmo manso para com os que você gosta e que não gosta; para seus amigos e também para seus inimigos, a fim de evitar a contenda, o stress.

Voltando à praça dos stressados, ali eu vi pessoas se comunicando alegremente, conversando sabiamente, se divertindo e não deu para perceber se havia algum casal stressado, se digladiando ou mesmo aproveitando aqueles momentos para discutirem asperamente. Vi, sim, um povo feliz numa praça que foi construída para pessoas vitimas do stress.

A Bíblia diz: “Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nEle e no mais ele tudo fará”, até mesmo te livra deste mal do século XXI.

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook