“Entrai pela porta estreita; porque larga é a porta, e espaçoso o caminho que conduz à perdição, e muitos são os que entram por ela.” (Mateus 7.13).

A Bíblia registra que existem dois caminhos pelos quais a humanidade deve trilhar para chegar à eternidade. O primeiro chama-se caminho estreito e o outro o largo.

O caminho estreito é o único que tem uma porta com nome ou alguém na porta. Já o outro não tem esta restrição, pois todos têm plena liberdade de entrar nele livremente, bastando tão somente cometer iniquidades ou desprezar o plano de salvação de Deus para o homem através da pessoa de Jesus Cristo.

O Senhor Jesus disse certa vez: “Eu sou a porta; se alguém entrar por mim, salvar-se-á, e entrará, e sairá, e achará pastagens.” (João 10.9). Ele é a porta das ovelhas, ou melhor, a porta de acesso a Deus Pai, ao céu e a salvação eterna, pois Ele é o Salvador do mundo, o Filho Unigênito do Eterno.

O caminho estreito, graças ao bom Deus tem uma porta e, quem crer em Cristo obterá a vida eterna. Este caminho é monitorado, pois os olhos do Senhor estão sobre os que caminham por esta vereda segura. Trata-se de um caminho aplainado de modo que os que nele estiverem não tropeçaram em pedra, pois Deus colocará os seus anjos a disposição dos que nele estiverem: “Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda. Porque aos seus anjos dará ordem a teu respeito, para te guardarem em todos os teus caminhos. Eles te sustentarão em suas mãos, para que não tropeces com o teu pé em pedra.” (Salmos 91.10-12).

O outro caminho não tem nada de especial. Ele é largo e não tem porta, tal como o estreito. Qualquer um pode entrar por ele, pois é bem convidativo, porquanto não há censura, nem algo verdadeiro, lá tudo é falso: alegria, paz, felicidade e outras coisas mais, porém, tudo é cheio de falsidade. Neste caminho a má conduta, o mau caráter e o péssimo testemunho é o que credencia a pessoa a ali permanecer com louvor. Quanto mais impuro for o coração, melhor.

No caminho estreito tudo é mais difícil, pois aqueles que ali estão precisam convencer Deus e, para nele permanecer é necessário fazer a vontade do Senhor, Criador do céu e da terra.

A obediência e o temor são armas fundamentais para os que sabiamente escolheram o caminho estreito. O caminho largo é totalmente contrário daquele, pois nele não há exigência alguma. Quanto maior a capacidade para se cometer pecados, melhor.

No caminho largo quem domina tudo é o próprio Satanás e os seus anjos. Por isso que este caminho está mais e mais espaçoso. Até passeata para externar gratidão e apoio ao inferno nele acontece com frequencia, porém, Deus não deixará de graça e nem irá impedir tais manifestações, pois o Senhor respeita a liberdade e livre arbítrio de cada um, porém, é preciso que se saiba que foi Deus quem criou o homem e este lhe deve gratidão e respeito.

Quem o nega e promove outro deus para o lugar do Eterno é porque quer colocar sua vida em dificuldades e permanecer no caminho largo. Cuidado com esses movimentos que lutam contra o céu. Eu, pela Bíblia, não vi ninguém que desafiasse o Deus de Israel que obtivesse vitória ou que terminasse sua jornada bem nesta terra. Cuidado! Porquanto, esse caminho largo deságua no inferno.

Para você que está longe do caminho estreito, meu conselho é que você volte logo para perto de Jesus, para o caminho que pode te levar a uma vida eterna abençoada e segura. Volte para Jesus, pois Ele é a porta do Caminho que leva a Deus!