“E aconteceu que, estando eles ainda no caminho, chegou a nova a Davi, dizendo-se: Absalão feriu a todos os filhos do rei, e nenhum deles ficou” (2 Samuel 13.30).

O ano de 2018 chegou quente, não só no contexto político, econômico, mas também no religioso, pois já há país da América do Sul que está criando leis para barrar, impedir que o Evangelho de Jesus Cristo seja difundido e pregado com amor no seu território.

Ano novo, por que não vida nova? Ano em que as ideias sejam melhor apreciadas e os ideais e objetivos de vida sejam buscados, batalhados com mais disposição e justiça, sem ter que lançar mão de subterfúgios mesquinhos e corruptos.

Ano novo requer ideias ricas e cheias de esperança, paz e muito amor cristão. Essas ideias as comparo como sendo uma manivela que coloca um carro para funcionar, ou põe em movimento algo interessante.

Ano novo, faz-me pensar em pensamentos santificados, projetos na vontade de Deus, sonhos possíveis de serem realizados, untados na verdade, na sinceridade e transparência, se possível à luz da verdadeira justiça e da Palavra de Deus, tendo como grande orientador o Espírito Santo.

Esse episódio contado no segundo livro de Samuel é uma realidade que se arrasta até os nossos dias. Em pleno século XXI, ainda deparamo-nos com pessoas que não conseguem contar ou relatar um fato qualquer integralmente, como ele na verdade aconteceu, mas de forma diferente, ao ponto de causar prejuízos, impactos imediatos naqueles que o ouvem.  Alguns até passam mal e morrem em alguns casos, pois não resistem ao falso relato, como se verdadeiro fosse.

Absalão andava muito angustiado e seu coração era puro ódio, porquanto, ele queria de qualquer maneira matar o seu irmão Amnom, porque o mesmo havia abusado sexualmente de sua irmã e cometido um incesto.

Absalão armou grande para seu irmão. Na época aprazada para tosquiar as ovelhas, portanto, dia de importante festa, ele convocou todos os filhos do rei Davi para estarem presentes em Baal-Hazor, lugar onde ele costumava tosquiar as ovelhas.

Ele juntou os seus servos e mandou que dessem bebida a Amnom e quando ele tivesse bêbado, então o matasse: “E Absalão deu ordem aos seus servos, dizendo: Tomai sentido; quando o coração de Amnom estiver alegre do vinho, e eu vos disser: Feri a Amnom, então o matareis; não temais: porque porventura não sou eu quem vo-lo ordenei?.  Esforçai-vos, e sede valentes. E os servos de Absalão fizeram a Amnom como Absalão lho havia ordenado. Então todos os filhos do rei se levantaram, e montaram cada um no seu mulo, e fugiram. (2 Samuel 13.28,29).

Os servos de Absalão assim o fizeram, e quando os filhos de Davi viram tal façanha, montaram em suas mulas e fugiram. Porém, Alguém tomou conhecimento do fato e correu ao palácio onde estava Davi e lhe informou que Absalão havia matado todos os filhos do rei, o que traspassou o coração de Davi como se fosse um punhal afiado.

Uma inverdade, contada por alguém que não tinha o total conhecimento do ocorrido e por puro capricho e desejo de contar alguma coisa a qual culminou na tristeza do rei Davi. “E aconteceu que, estando eles ainda no caminho, chegou a nova a Davi, dizendo-se: Absalão feriu a todos os filhos do rei, e nenhum deles ficou.” (2 Sm 13.30).

Um conselho amigo, nesse inicio de ano: não acrescente nada e nem retire nada de uma mensagem que você tenha que transmitir. Seja verdadeiro e sábio.