Intervenção Necessária!

“Assim como Sodoma e Gomorra, e as cidades circunvizinhas, que, havendo-se entregue à fornicação como aqueles, e ido após outra carne, foram postas por exemplo, sofrendo a pena do fogo eterno.” (Judas 1.7).

O presidente da República pode assinar decreto como medida necessária para promover intervenção federal em qualquer Estado da Federação, porém, mesmo a medida entrando em vigor a partir da publicação em Diário Oficial, o Congresso Nacional precisará votá-la nas duas casas, Senado e Câmara dos Deputados que, após rigoroso exame o Congresso Nacional poderá derrubar o citado decreto presidencial.

O maior interventor de todos os tempos tem nome: O Senhor dos Exército, Rei dos reis e Senhor dos senhores. Não há na face da terra um interventor mais capaz e justo que Deus. Ele mesmo fez a intervenção nas Cidades de Sodoma e Gomorra e, também, nas cidades circunvizinhas, de modo destruiu a todas elas e não pediu licença a ninguém, sabe por que? Porque Deus é o criador de todas as coisas e é quem tem o domínio sobre a vida do homem e todas as coisas que há no céu e na terra.

Quando Deus interviu em Sodoma e Gomorra e demais cidades vizinhas, elas viviam um padrão de sociedade corrupta, pecaminosa, onde as práticas sexuais eram pervertidas, à semelhança do que o apóstolo Paulo escreveu aos Romanos: “Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis. Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém. Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; Estando cheios de toda a iniquidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.” (Romanos 1.21-32).

Que Deus abençoe a intervenção federal no Rio de Janeiro, ilumine o general do Exército Walter Souza Braga Neto, e que haja justiça, e não mortes, chega de violência. É preciso que o amor seja evidenciado na cidade maravilhosa, lugar tão lindo, tão cheio de atração turística, tão querida pelo mundo inteiro e por mim também. Nós que amamos o Rio de Janeiro, vamos interceder por ele, junto a Interventor Mor, Jesus Cristo para que Ele SALVE o povo carioca. Amém!

Pr. Orcélio Amâncio

Pr. Orcélio Amâncio

José Orcélio de Almeida Amâncio é o atual pastor presidente da igreja Evangélica Assembleia de Deus, igreja do Novo Milênio, localizada no Núcleo Bandeirante, Brasília DF. O pastor Orcélio é formado em letras(português-hebraico) pela universidade Estadual do Rio de Janeiro, é Bacharel em teologia, realizou o curso na escola de preparação de obreiros evangélicos (EPOE), no Rio de Janeiro, onde foi coordenador do ensino por seis anos; também, possui o curso básico de teologia da FATAD, em Brasília, durante dez anos, lecionou ali a língua hebraica e variadas disciplinas teologicas. É pós-graduado em docência do ensino superior pela faculdade Albert Einstein (FALBE) de Brasília DF.

Comentários no Facebook