“Sede vós também pacientes, fortalecei o vosso coração, porque já a vinda do Senhor está próxima” (Tiago 5.8).

O apóstolo Paulo amava a expressão: “Ora vem Senhor Jesus”.

Maranata é uma palavra de etimologia hebraica, “Marân Atâh” cujo significado é “vem Senhor”. Na verdade é uma expressão aramaica e em toda a Bíblia só ocorre pelo menos duas vezes. A primeira na primeira epístola aos coríntios 16.22, e a segundo no livro do apocalipse 22.20 “Aquele que testifica estas coisas diz: certamente, cedo venho. Amém! Ora, vem, Senhor Jesus!

Esta última passagem é a mesma expressão utilizada por Paulo, porém, como uma oração ou pedido, e não mais na língua hebraica, mas na grega, e traduzida por: “vem, Senhor”. No princípio da igreja não havia a saudação “A paz do Senhor”, muito utilizada pelas igrejas pentecostais de hoje.

Quando um judeu encontrava-se com outro judeu havia uma troca de saudação, então, eles diziam um para o outro: “Marân”, todavia, encontrando-se com um judeu convertido a Jesus Cristo, este acrescentava a palavra “Athâ”, que é o pronome pessoa hebraico “tu”, “você”, cujo significado é “o Messias veio, está aqui e voltará novamente” que, com o passar do tempo foi traduzida como “Ora vem, Senhor Jesus!”. “Ele vem!”, trata-se de uma expressão que denota certeza, fé, convicção de que o Senhor Jesus virá realmente.

É muito gratificante quando abrimos as Escrituras e encontramos as expressões: “vem!”, “Ora vem, Senhor Jesus”. São frases assim que nos enchem de alegria e esperança pela vinda do Filho de Deus, que não tardará, mas virá para buscar a Sua igreja amada e que por ele deu a Sua vida na cruz.

No verso escrito por Tiago duas palavras são de suma importância para se entender a urgência de se colocar cada vida no altar, ser vigilante na espera do Cordeiro e não aceitar as ofertas mirabolantes do Diabo para nos tirar do foco, da graça e da presença de Cristo. As duas palavras acham-se no versículo em lide: Paciência e fortalecimento. A primeira é traduzida na Bíblia por perseverança.

A Bíblia mesmo diz: “… melhor é o paciente do que o arrogante” (Ec 7.8). É preciso que aqueles que esperam a vinda de Jesus tenham, pois, paciência, sejam perseverantes em tudo, até mesmo nas tribulações. A paciência produz experiência e esperança (Rm 5.4).

A outra palavra que precisa ser observada por cada crente em Jesus é fortalecimento. É preciso que cada um salvo em Cristo se fortaleça em amor, em perdão, na Palavra e na esperança de um dia encontrar-se com o Rei dos reis e Senhor dos senhores.

Quem espera o Senhor Jesus precisa lutar para não deixar a chama da salvação se apagar, mas manter a lâmpada do testemunho acessa todos os instantes da vida, não desmotivando e nem fazendo naufrágio na fé. Saiba que Ele vem, e não tardará. Ele Vem!