“E disse o Senhor: Destruirei, de sobre a face da terra, o homem que criei, desde o homem até ao animal, até ao réptil e até a ave dos céus, porque me arrependo de os haver feito. Noé, porém, achou graça aos olhos do Senhor.” (Gênesis 6.7,8).

O Senhor Deus, Criador dos céus e da terra, um dia se entristeceu por ter criado o homem, e propôs no Seu coração destruir todo o ser criado, bem como os animais da terra. O Senhor Deus estava muito triste com as atitudes pecaminosas dos descendentes de Adão e Eva e resolveu derramar um dilúvio sobre a face da terra.

Quando Deus intenta fazer algo, não adianta o homem intervir, ou mesmo tentar convencê-lo, principalmente, se for algo relacionado com o pecado. Veja o que Deus viu nos dias de Noé: “E viu o Senhor que a maldade do homem se multiplicara sobre a terra e que toda imaginação dos pensamentos de seu coração era só má continuamente.” (Gênesis 6.5). A situação estava incontrolável.

Noé conseguiu abrandar a fúria de Deus. Todos iriam morrer, mas Noé mudou a intenção de Deus: destruir os homens, os répteis, todos os animais e todas as aves, etc,; Noé conseguiu, com o seu testemunho, a sua maneira correta e santa de viver, tocar o coração do Senhor, que após ter dito que destruiria a tudo e a todos, viu que Noé era um homem santificado, simples e temente a Deus, de modo que Deus resolveu dar a ele o escape, juntamente, com sua família e mandou que ele construísse uma arca.

Quem pode mudar a intenção ou o juízo de Deus? Somente aquele que achar graça aos Seus olhos. Quando temos o temor do Senhor, então somos alcançados pela misericórdia de Deus. A Bíblia diz que “o temor do Senhor, é princípio da Sabedoria”.