“Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos.
Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor.
O Senhor te abençoará desde Sião, e tu verás o bem de Jerusalém em todos os dias da tua vida. E verás os filhos de teus filhos, e a paz sobre Israel” (Salmos 128.1-6).

A família foi instituída por nosso Deus como produto mais nobre e varonil de sua obra criadora. Ela foi criada como base da vida social, moral e espiritual. Se não fora o Senhor, cuidando e protegendo esse patrimônio que é dEle, Satanás já teria extinguindo-a a muitos séculos. Desde o jardim do Éden que ele apronta e luta para destruir essa dádiva divina.

O salmista, inspirado pelo Senhor, chama de bem-aventurado o aquele que teme ao Senhor e anda em seus caminhos, de modo que as bênçãos são estendidas a toda família, o pai, a mãe e também aos filhos. Todos os que lutam contra essa fonte de riqueza do céu, é porque não tem uma família, não desfruta da beleza que o salmista canta em seu salmo:  “…A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da tua mesa…”. ´

É muito edificante e prazeroso quando a família se coloca diante do Senhor e vivem em harmonia, no lar e fora dele. A igreja do Senhor Jesus aqui na terra, está empenhada em lutar pela firmeza do lar, da família e, certamente, não aceitará que a mentes malignas venham a promover programas e telenovelas que contariam os padrões bíblicos para a família.

Deus é quem criou a família e quem luta contra ela, luta contra Deus. Até hoje, não vi Deus perder nenhuma batalha.

A família é um patrimônio de Deus. Lutemos todos para a sua preservação!