“Se vós estiverdes em mim, e as minhas palavras estiverem em vós, pedireis tudo o que quiserdes, e vos será feito. ” (João 15.7).

 Outro dia quebrei um galho de um pé de graviola e joguei-o no chão, e ele ficou ali inerte e exposto ao sol. Três dias depois quando voltei para molhar as plantas vi que ele estava seco, sem vida e fiquei imaginando sobre a vida espiritual daquele que é cortado do caminho da salvação, é tal como um galho cortado de uma árvore qualquer, logo, logo perde o vigor e de verde fica ressequido, pois deixou de receber a seiva, tão importante para a manutenção de sua vida.

O salmista diz uma frase preocupante: “Sejam como a erva dos telhados que se seca antes que a arranquem. ” (Sl 129.6). Tenho visto muitas pessoas que crescem, atingem patamares altos na sociedade, tal como uma erva que sai do chão, cresce nos telhados, em lugar alto. É o famoso status.

Há muitos que não sabem lhe dar com o muito, nem conviver com o poder, nem administrar com sabedoria a autoridade que recebe de outro, e muito menos com a riqueza. Porém, quando o cetro está em suas mãos, age como se fosse criança, sem maturidade espiritual. Antes mesmo de florescer, ou seja, atingir a estatura de varão perfeito, como uma erva que cresce no telhado, ali mesmo se seca, não aguardando ser arrancado.

Bom seria se esses que são tal como a erva no telhado, pudesse estender suas raízes para o ribeiro, talvez sua vida fosse outra, seu ministério eclesiástico fosse diferente e abençoador. Veja o que diz Jeremias: “Porque será como a árvore plantada junto às águas, que estende as suas raízes para o ribeiro, e não receia quando vem o calor, mas a sua folha fica verde; e no ano de sequidão não se afadiga, nem deixa de dar fruto. ” (Jr 17.8). Quando o homem coloca sua vida no altar, e estende suas raízes para a fonte de água viva, que é Cristo, não se abala a qualquer tempestade que venha assolar seu coração.

É bom que cada um pense nessa passagem: “Porque, se ao madeiro verde fazem isto, que se fará ao seco? ” (Lc 23.31). Ora, se fizeram o que fizeram com Cristo, matando-o num madeiro, que era madeiro verde, viçoso, não lutaram para nos destruir, que somos considerados madeiro seco? As misericórdias de Deus, são a causa de não sermos consumidos.

Não se exalte, seja humilde, pois o recado é da parte do Senhor: “Assim saberão todas as árvores do campo que eu, o Senhor, abati a árvore alta, elevei a árvore baixa, sequei a árvore verde, e fiz reverdecer a árvore seca; eu, o Senhor, o disse, e o fiz. ” (Ez 17.24).

Mesmo havendo vendavais no contexto espiritual e material, lute sem se afastar de Cristo. Qualquer que seja as circunstâncias, tenha fé, busque ajuda em quem pode te ajudar. Amém!