“Amados, não estranheis a ardente prova que vem sobre vós para vos tentar, como se coisa estranha vos acontecesse. ” (1 Pedro 4.12).

O crente não escolhe o dia e nem a hora de suas provações, muito menos, decide sobre a data de sua tentação, assim sendo, ele precisa estar constantemente pronto para enfrentar qualquer que seja o vendaval espiritual que venha assolar a sua vida.

A prova do cristão é toda orquestrada por Deus, porém, a tentação é manipulada pelo inimigo, Satanás: “Ninguém, sendo tentado, diga: De Deus sou tentado; porque Deus não pode ser tentado pelo mal, e a ninguém tenta. ” (Tiago 1.13).

Pelo texto e à luz da história bíblica, os que procuraram servir a Deus e fazer a vontade de Jesus Cristo, o Salvador, sofreram grande perseguição. Nos dias dos apóstolos de Cristo, todos os cristãos foram perseguidos, açoitados e muitos morreram por a amor a Cristo. Eles passaram pela prova. O escritor aos hebreus diz em seu livro: “E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas, os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões, apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos. As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição; E outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões. Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados
(Dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra. E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa, provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós não fossem aperfeiçoados. ” (Hebreus 11.32-40). A história dos primeiros séculos foi marcada por inúmeras perseguições aqueles que professavam a sua fé em Cristo. Muitos foram queimados vivos por amor ao Senhor Jesus.

A prova que enfrentamos não chega nem perto do que eles passaram. A tentação do inimigo, Satanás é a mesma para nossos dias e mais aprimorada, sofisticada, porém, ele é o mesmo mentiroso, que veio roubar, matar e destruir, conforme o relato bíblico.

Não esqueça que Deus prova o homem e não o mantém constantemente nesta condição. Satanás tenta o homem e não cessará de tentar os filhos de Deus, até que venha o Dia do Senhor para arrebatar a Sua igreja da terra. Continue firme, não desanime e nem faça corpo mole, mas creia em Deus, pois dEle virá o teu socorro. Saiba então uma coisa importante: Você está saindo da prova…