“E que, desde a tua mocidade, sabes as sagradas letras que podem fazer-te sábio para a salvação, pela fé que há em Cristo Jesus. ” (2 Timóteo 3.15).

A Bíblia Sagrada tem ao longo dos séculos se mantido presente no seio de muitas sociedades porque ela é a inspirada e revelada Palavra de Deus. E por isso, Deus vela pela a palavra para a cumpri-la. É muito edificante meditar nas Sagradas Escrituras e dela tirar o verdadeiro alimento para a alma.

A humanidade recebeu de Deus a revelação escrita, a Bíblia, e até hoje, mesmo diante das grandes perseguições para tirá-la das bibliotecas, das escolas e de repartições públicas, ela vem se mantendo firme e é publicada em vários idiomas, para a fúria de Satanás e seus anjos.

A inspiração da Bíblia é divina. O Espírito Santo inspirou vários homens para escrevessem os livros da Bíblia. Ela é a única regra de fé do cristão, é a bússola seguida por todos que aceitam a Cristo como Salvador e Senhor de suas vidas, e nela encontramos os mais sublimes e gloriosos ensinamentos para alcançarmos a salvação e conhecermos a Deus de maneira mais clara.

Paulo escreveu assim sua primeira carta aos Coríntios: “Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. ” (1 Coríntios 2.10-13).

Homem nenhum consegue penetrar as profundezas de Deus sem que o Espírito Santo o ajude. Porquanto, é através da Bíblia Sagrada que se encontra a verdadeira revelação sobre Deus, Cristo, o Espírito Santo, o céu, a salvação, e sobre muitos e outros assuntos que o homem busca com frequência saber e entender. O Espírito Santo é quem penetra até as profundezas de Deus, logo, faz-se necessário termos comunhão com Ele, se quisermos conhecer ao Senhor, Criador dos céus e da terra.

Os escritores da Bíblia, através da Inspiração, registraram essa coleção de 66 livros, chamados de Bíblia, para que o homem não se perdesse, mas achasse o caminho de volta ao paraíso.

O apóstolo Pedro registrou assim em uma de suas cartas: “Homens santos falaram da parte de Deus, movidos pelo Espírito Santo. “ (2 Pedro 1.21).

A você meu amigo e meu irmão em Cristo, ame a Bíblia, tire dela o sustento espiritual para a sua alma e aproveite para pregá-la a tempo e a fora de tempo. Não somente leia, mas medite nela de dia e de noite (Salmo 1). Amém!