Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas, e eu as farei repousar, diz o Senhor Deus.” (Ezequiel 34.15).

 É triste quando Deus tem que tirar de nossas mãos a autoridade dada anteriormente, por pura negligencia ou falta de atitude ou interesse em realizar eficazmente a sua ordem ou determinação.

No texto em lide é estar dizendo para os pastores de Israel, para os líderes e sacerdotes, para os reis e anciãos de Israel: “Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas, e eu as farei repousar, diz o Senhor Deus”.

Há muitos líderes religiosos e pastores de expressão mundial que não fazem mais parte do time de Deus, ou seja, já receberam o aval para deixar o cajado nas mãos de outro, porém, não atentaram ainda qual seja a vontade de Deus. Já foram titulares em suas posições, onde do Senhor, receberam todo apoio, orientação, poder e unção, mas hoje, vivem de passados e não aceitam ficar na reserva, no banco, com todas as honras dadas pelo Cordeiro de Deus, porquanto, realizaram uma excelente obra para Deus.

Por causa de atitudes como essas é que Deus diz a esses líderes: “Vivo eu, diz o Senhor Deus, que, porquanto as minhas ovelhas foram entregues à rapina, e as minhas ovelhas vieram a servir de pasto a todas as feras do campo, por falta de pastor, e os meus pastores não procuraram as minhas ovelhas; e os pastores apascentaram a si mesmos, e não apascentaram as minhas ovelhas. ” (Ez 34.8). Isto é uma realidade!

Por causa dessas insensibilidades, onde o Espírito Santo, não tem mais voz no coração desses líderes, é que a igreja de Cristo, a noiva imaculada está sofrendo por esse mundo a fora. Há inúmeros deles que não conseguem mais doutrinar, nem ensinar, porém, continuam à frente do trabalho, sem permitir que outros pastores mais jovens e dinâmicos assumam a responsabilidade de pastorear as ovelhas de Cristo.

O Senhor um dia disse a esses pastores: “… amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas. ” (João 21.16). Porém, hoje Ele diz: Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas, e eu as farei repousar, diz o Senhor Deus.” (Ezequiel 34.15). Eu mesmo apascentarei as minhas ovelhas…

Outros há que são mais preocupados consigo mesmo, com o status, com viagens, reuniões e visitas ao campo missionário, que se esquecem de olhar o rebanho. Eu não digo que não se deva visitar os missionários no campo, mas também digo que há outros pastores no ministério que podem prestar o apoio necessário.

Esses pastores, quando voltam de suas longas travessias, algumas ovelhas se desgarraram, outras adoeceram, outras foram comer comida estragada em outros pastos, e por aí vai. A Bíblia diz: “Procura conhecer o estado das tuas ovelhas; põe o teu coração sobre os teus rebanhos. ” (Provérbios 27.23). Deus está dizendo para o pastor amigo: ponha os seus olhos sobre as ovelhas, porquanto, o ladrão, o mercenário está de olho nelas. Se não fizer isso, Deus vai pastorear o rebanho, Ele mesmo!

Veja aí a admoestação do Senhor: “Filho do homem, profetiza contra os pastores de Israel; profetiza, e dize aos pastores: Assim diz o Senhor Deus: Ai dos pastores de Israel que se apascentam a si mesmos! Não devem os pastores apascentar as ovelhas? ” (Ezequiel 34.2

O inferno ao longo dos séculos tem arrebanhado muitas vidas que um dia foram de suma importância na igreja: bons coristas, bons músicos, bons pregadores, bons ensinadores, excelentes educadores, maravilhosos pais, extraordinários administradores eclesiásticos, fiel obreiro, dinâmico líder de mocidade, excepcional professor da EBD e de seminários teológicos, porém, não foram bem cuidados, bem alimentados, bem amados, e acabaram caindo no caminho da esquerda, o caminho largo, de porta larga, cujo líder é o deus deste século, Satanás.

É muito triste para um pastor ouvir de Deus: Não cuidaram de minhas ovelhas!