“E o defunto saiu, tendo as mãos e os pés ligados com faixas, e o seu rosto envolto num lenço. Disse-lhes Jesus: Desligai-o, e deixai-o ir.

A ressurreição de Lázaro foi algo que abalou Betânia e toda Jerusalém nos dias de Jesus Cristo. Vale ressaltar que Jesus precisou duas vezes do homem para que a pessoa de Lázaro pudesse respirar e sair andando novamente como antes.

O amigo de Jesus, irmão de Marta e Maria já estava a quatro dias no túmulo, e diz a Bíblia que ele cheirava mal: “Disse Jesus: Tirai a pedra. Marta, irmã do defunto, disse-lhe: Senhor, já cheira mal, porque é já de quatro dias. ” (João 11.39).

Jesus com sua autoridade e poder do alto, procedente do Pai, poderia ter retirado a pedra da boca do túmulo sem grandes alardes, mas não o fez, ele pediu que tirassem a pedra. Depois de ter orado ao Pai, ordenou que Lázaro saísse do túmulo e ele saiu da mesma maneira como entrou, com as mãos e os pés envoltos por faixa e um lenço em volta de seu rosto.

Nesse episódio aprendemos que grande parte dos obstáculos de nossa vida, não são retirados por Deus, mas Ele deu capacidade para nós mesmos batalharmos e sermos vitoriosos na pessoa de Cristo.

Outra coisa importante é que absorvo como lição de vida, é que há muitos que têm vida, respiram, estão participando das atividades deste mundo, porém, estão como Lázaro, com as mãos e os pés atados, e mais, com um lenço sobre o rosto, consequentemente não andam, não se alimentam da Palavra de Deus, pois o lenço tapa-lhes a boca, os olhos, não lhe permitindo vê o que está a sua frente, inclusive Jesus, a família, representada por suas irmãs Marta e Maria, e também os seus amigos.

Que fazer para ser um vitorioso na vida? Não basta ter vida, é preciso se libertar das tiras que lhe amarram os pés e as mãos, bem como se livrar do lenço que não permite você mostrar a sua verdadeira identidade como servo do Deus Altíssimo. Você precisa enxergar Jesus, sua família e seus amigos.