“Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procede às saídas da vida” (Provérbios 4.23).

Caráter é uma das palavras mais fora de moda que existe na cabeça de quem não gosta de preservar as verdades bíblicas e nem as observar para cumpri-las, obedecendo assim ao que a Palavra de Deus preconiza.

Caráter nada mais é do que a qualidade inerente a uma pessoa que a distingue da outra. Estou fazendo um curso de Analise Transacional (AT), e o maior ícone nesta área chama-se Eric Berne, de origem canadense que desenvolveu o método da AT, cujo objetivo foi estudar e analisar as trocas de estímulos e respostas, ou transação entre os indivíduos.

Conhecendo melhor a Cristo e pensando no que Paulo ensinou, devemos ficar com a seguinte palavra: “Portanto, se foste ressuscitados com Cristo, buscai as coisas que sã de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.” (Cl 3.1).

Não são as comendas e nem as medalhas que dignificam o caráter do homem cristão, mas o fruto do Espírito por ele vivido: “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança.” (Gálatas 5.22). Vamos procurar viver praticando o fruto do Espírito Santo, descrito por Paulo as Gálatas. Amém!