“Faz o bem ao teu servo, e eu viverei observando a tua Palavra. Abre os meus olhos, para eu poder contemplar as maravilhas da tua vontade. Eu sou estrangeiro na terra, não me escondas os teus mandamentos” (Salmos 119.17-19).

Ninguém pode sentir sede por mim e beber por mim. Ninguém pode sentir fome por mim e se alimentar em meu lugar. Quando tenho sede, vou no bebedouro e sacio a minha sede, de igual modo quando sinto fome, vou na cozinha e como alguma coisa.

Depois que entendi bem essas coisas, nunca mais houve em minha vida um culto que não saciasse a minha sede e alimentasse a minha alma da Palavra de Deus. Culto frio ou morno nunca mais aconteceu e nem também servi ao inimigo como aliado murmurador, pelo contrário cada culto é um mover do Espírito para o meu “homem interior”. Aleluia.

Deus jamais deixou de saciar a sede e alimentar a alma daqueles que o adoram em espirito e em verdade. Jesus certa vez disse: Quem tem sede venha a mim e beba e quem tem fome venha a mim e coma”.

Todo o homem tem direito a felicidade, a ter alegria completa e paz. A felicidade não é encontrada nos botecos, nas esquinas e nos parques de diversões, mas conquistada, adquirida aos pés do Senhor Jesus Cristo que é o príncipe da paz.

A Palavra de Deus deve ser lida, vivida de forma prática. As promessas nela contidas dizem respeito não somente ao povo de Israel, mas a você também. Na Palavra de Deus não encontramos apenas promessas de vitórias, mas há juízos de Deus para todos quantos não obedecem a Sua Palavra e não reconhecem a Jesus como único e suficiente Salvador e Senhor de suas vidas.

Todo homem precisa ter algum dia os seus olhos abertos pelo poder de Deus, a fim de experimentar o quanto Deus é bondoso e generoso em amor.

Olhos abertos para ver o quanto o Senhor Jesus Cristo sofreu na cruz do Calvário para dar ao homem condições de vida eterna. Olhos abertos para ver o quanto somos insignificantes, incrédulos e dependentes de Deus. Quando usamos o “colírio espiritual”, nossas vistas são desobstruídas e passamos a ver além da razão, não só as coisas materiais, mas também as espirituais, onde estão os mistérios do Pai celestial. O Espírito Santo é o grande revelador dos segredos de Deus para os que creem em Jesus Cristo, o autor e consumador da fé.

 Permita ao Senhor abrir bem os seus olhos, a fim de você poder vislumbrar o Seu Plano de Salvação e as verdadeiras promessas contidas na Palavra de Deus. Amém!