“Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mateus 11.30).

Um dos convites mais sensibilizadores feito por Jesus está descrito em Mateus 11. Ele na ocasião disse: “Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.” (Mt 11.28-30). 

O convite não se limita somente aos crentes necessitados, mas a todos os homens que estão atravessando algum tipo de necessidade, que estejam com a alma apertada, que estejam sendo oprimidos pelo Diabo, que estejam cansados e sem esperança nenhuma de uma vida melhor e mais abençoada. 

O chamado de Jesus é perfeito. Ele se apresenta como sendo uma pessoa mansa e humilde de coração, logo, com capacidade espiritual para oferecer o seu ombro amigo e os seus braços de misericórdia para a pessoa aflita e desesperada repousar. Ele diz que o seu jugo é suave e o seu fardo é leve.

É hora da troca. É momento de trocar com Cristo o nosso fardo, o qual não estamos conseguindo levar. O Senhor tem o fardo leve, tem o jugo mais suave do que o nosso, então, vamos trocar com Ele e a paz voltará a reinar em nosso coração, a felicidade se instalará em nossas vidas e, então, seremos muito mais alegres e dispostos para tocar a vida adiante.

O apóstolo Paulo traz a todos os crentes um maravilhoso alento, o de pensar na glória celestial: “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente” (2 Co 4.17). As lutas e tribulações na visão de Paulo, não são para apagar de nossa memória e de nosso coração, a glória do porvir, onde não sentiremos mais dor e nem seremos mais atormentados pelo pecado e pelas enfermidades. Aleluia!